Uma fiscalização feita pela Rondas Ostensivas Tático Moveis (Rotam), do Batalhão de Polícia Ambiental do Paraná – Força Verde, flagrou uma madeireira de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, com informações diferentes das verificadas pelos policiais no pátio da empresa. A madeireira, que comercializava espécies da Amazônia e do Mato Grosso, foi multada em R$ 1 milhão.

+Viu essa? Empresa de Curitiba é condenada a pagar R$ 15 mil por danos ambientais

Segundo a Rotam, no momento da fiscalização o local tinha cerca de 6,9 mil metros cúbicos de madeira em desconformidade com o Documento de Origem Florestal (DOF), do Ibama, apresentado. O local tinha Itaúba, Tamarindo, Garapeira, Jequitibá, Guanandi, Angelim, Marfim, Cupurana, Cumaru, Tatajuba, entre outras espécies.

O local foi multado em R$ 1 milhão pelos agentes por causa da elevada quantidade fiscalizada. Segundo os policiais, será encaminhado um ofício a Delegacia de Polícia Federal para apuração de eventual crime ambiental.

Foto: Divulgação/Rotam.
Pantanal

Zuleica está preocupada com Marcelo

Instagramáveis

Saiba onde encontrar as lindas cerejeiras em Curitiba

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

Joaquim termina seu noivado com Isadora