Mãe e filho de 16 anos foram capturados em Fazenda Rio Grande, na tarde de segunda-feira (17), suspeitos de participar de um assalto. Ludmila de Alcantara, 30 anos, negou o crime e disse que só o adolescente e outro homem roubaram uma mulher em um ponto de ônibus. A vítima, no entanto, garantiu que a mulher estava “vigiando” a dupla que lhe levou a bolsa.

Ludmila disse que cuidava de carros com o filho na prefeitura do município. Segundo ela, na manhã de segunda os dois estavam bêbados e o homem convidou o adolescente para o roubo. “Eu ainda falei para ele não ir e disse ‘não vão queimar a minha cara'”, comentou.

A mãe contou que já foi viciada em entorpecentes e que o filho usa crack. Ela afirmou que saiu da casa da mãe com o filho e que os dois moram na rua, porque ele estava pegando pertences e dinheiro da avó.

O delegado Fábio Machado contou que mãe e filho foram capturados pela Guarda Municipal pouco depois do assalto, com a bolsa roubada. O outro rapaz envolvido no assalto conseguiu fugir no momento da abordagem.

“Segundo o relato da vítima, dois homens chegaram perto dela, botaram a mão na cintura como se estivessem armados e subtraíram a bolsa. Ela disse que a mulher estava ‘tomando conta’, enquanto isso”, explicou.