Mais dois bares de Curitiba foram fechados na noite de sábado (16) por descumprirem as regras de prevenção da covid-19. Ambos os estabelecimentos, no bairro Seminário, tinham aglomeração de clientes, o que facilita a transmissão do coronavírus.

O fechamento foi determinado em operação da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu), força-tarefa que além da Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU), conta também com agentes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Conselho Tutelar, entre outros órgãos.

VIU ESSA? – Polícia estoura festa clandestina na região de Curitiba por risco de transmissão de coronavírus

Os cinco bares fiscalizados pela Aifu sábado nos bairros Seminário, Santa Felicidade, Água verde e São Francisco foram notificados. Além dos dois estabelecimentos fechados por aglomeração de clientes, os outros bares foram notificados por irregularidades na documentação.

De acordo com a SMU, a dificuldade em manter o distanciamento social de 1,5 m entre os clientes tem sido a principal dificuldade não só dos bares, mas de outros estabelecimentos comerciais, como lojas, durante a pandemia. Entre a manhã de segunda-feira (11) e a noite de sábado (16), foram fiscalizados 46 estabelecimentos, expedidas 43 notificações, e interditados quatro estabelecimentos.

Denúncias via 156

Foram vistoriadas lojas de departamentos, de materiais de construção, papelaria, supermercados, açougues, salão de cabeleireiros além de bares. Todos foram denunciados pela população pela Central 156 da prefeitura por descumprirem as medidas necessárias para evitar a contaminação da covid-19.

LEIA MAIS – Seca aperta e Sanepar inclui mais bairros de Curitiba e cidades no rodízio de água. Veja lista

“Todos os estabelecimentos apresentaram no momento da vistoria aglomeração na área interna ou externa, cuja responsabilidade por organizar o distanciamento entre as pessoas cabe ao proprietário”, reforçoa a diretora de fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Jussara Policeno de Oliveira Carvalho, ao site da prefeitura.

Outras exigências são o uso de máscaras no interior do estabelecimento, disponibilização de álcool gel, higienização constante dos sanitários que devem dispor sabonete líquido, papel toalha e lixeira com acionamento por pedal. Também precisa ser constante a higienização de todas as superfícies, como mesas, cadeiras e balcões, com álcool 70%, nas áreas internas e externas.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?