Suspeito de se passar por sargento da Polícia Militar para conseguir vantagens com moradores e comerciantes de Mandirituba foi preso nessa segunda-feira (17). Na casa de Nereu Matheus Marcondes Kreninski, 44 anos, foi encontrado um carro com alerta de roubo e uma espingarda calibre 36.

No paredão da Delegacia de Fazenda Rio Grande, onde foi apresentado na tarde desta quarta, o homem que segundo a polícia dizia ser o “Sargento Matheus” recusou-se a mostrar o rosto, alegando ser um “direito constitucional”.

O tenente Pedro, do 17º Batalhão da PM, disse que a polícia já tinha recebido diversas denúncias de comerciantes e moradores da ação do falso sargento, mas faltava localizá-lo. Matheus foi preso em Agudos do Sul, em casa.

Quando os policiais encontraram a chave de um Livina, o suspeito disse que já tinha vendido o carro. “Mas no celular dele foi encontrada uma foto do veículo que mostrava a placa, e constatado que havia alerta de roubo”, explicou o tenente. Questionado novamente, Matheus confessou que o carro estava escondido em um galpão nos fundos de sua chácara.

O tenente afirmou que as vantagens que o homem obtinha se passando por falso policial ainda não são conhecidas. “Com a divulgação das imagens acreditamos que possam chegar pessoas foram lesadas por ele”, destacou.