Cerca de 500 pessoas fizeram protesto nesta quarta-feira (16), em frente ao prédio da Justiça Federal do Paraná, na Avenida Anita Garibaldi, no Ahu, em Curitiba, contra o anúncio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro de Estado Chefe da Casa Civil. Os manifestantes começaram a chegar por volta das 19h, trazendo faixas e cartazes e vestindo as cores verde e amarela.

Eles ocuparam as calçadas e parte da avenida. Os carros e ônibus não foram impedidos de passar, no entanto, o trânsito na região ficou bastante lento. Muitos carregavam panelas, aumentando o “panelaço” que se estendeu por várias regiões da capital, como os bairros Cabral, São Lourenço, Centro, Centro Cívico, Batel, entre outros. Em diversas ruas, motoristas buzinaram em apoio às manifestações. Até por volta das 23h30, não havia registro de confusão.

Giro pelo país

Manifestações, panelaços e buzinaços aconteceram em pelo menos 15 Estados e no Distrito Federal. Na maioria dos casos, as pessoas foram pras ruas, depois do expediente de trabalho para se manifestar contra a decisão da presidente Dilma Rousseff.

Os protestos aconteceram também em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco, Goiás, Pará, Bahia, Amazonas, Alagoas, Paraíba e Ceará.

Em São Paulo, centenas de pessoas se reuniram na Avenida Paulista, que foi bloqueada nos dois sentidos. Houve confronto entre manifestantes e apoiadores do governo petista, que resultou com algumas pessoas feridas.

Em Brasília, um pequeno grupo de petistas entrou em confronto com centenas de manifestantes que protestavam contra a nomeação em frente ao Palácio do Planalto. Houve correria e a polícia agiu com truculência entre os manifestantes, com uso de cassetetes e spray de pimenta. A Praça dos Três Poderes, uma das principais vias de acesso à região central de Brasília, foi tomada por manifestantes.

Clique aqui para ver a galeria de imagens

Confira o vídeo da manifestação abaixo: