Os atos contra o bloqueio de verbas do Ministério da Educação (MEC) às universidades e institutos federais brasileiros, que foram registrados em pelo menos 136 cidades de 25 estados e do Distrito Federal, também ocorreram em Curitiba nesta quinta-feira (30). Por volta das 17h estudantes, professores e militantes começaram a se concentrar na Praça Santos Andrade, no Centro da capital,  bloqueando o trânsito da região. O início formal da manifestação – que acontece duas semanas após o primeiro protesto organizado por estudantes, professores e ativistas – estava marcado para às 18h.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O clima dos protestos em Curitiba foi pacífico, assim como foi registrado pelo país, durante a manhã e a tarde desta quinta-feira. Mesmo assim, em frente ao Teatro Guaíra, a Polícia Militar manteve um forte esquema de segurança. Pelo menos 30 motocicletas e muitos policiais aguardavam o início do ato no local.

+ Leia mais: Máfia da cidadania italiana é descoberta em Curitiba e 5 mil processos são cancelados

Trânsito

O trânsito também foi bloqueado na esquina da Rua Conselheiro Laurindo com a Rua Alfredo Bufren. Houve bloqueios na Rua João Negrão com a Rua XV de Novembro. A lentidão no tráfego seguiu se intensificando por causa do horário de pico. Até o início da noite, não havia registros de confusão.

Veja os estragos que o temporal de granizo causou na Grande Curitiba