A falta da placa de sinalização para indicar conversão proibida, no cruzamento das ruas Emanoel Voluz e José Egidio Martins, no Pinheirinho, contribuiu para um acidente de trânsito, que deixou duas pessoas feridas, no começo da tarde de ontem. De acordo com funcionários da Urbs, a placa foi arrancada em outra colisão e não foi reposta.

Testemunhas relataram que o Logus placa ADY-2173 seguia pela Rua Emanoel Voluz, sentido Centro, e dobrou à esquerda na Rua José Egidio Martins, cruzando a frente do ônibus da linha Circular Sul, que seguia no mesmo sentido, na canaleta. Com o impacto, o carro foi arrastado por cerca de 20 metros e o motorista, identificado apenas como Ricardo, ficou ferido. O motorista foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital Evangélico. Uma passageira do ônibus, de 17 anos, que estaria grávida, também foi levada ao hospital, por precaução.

Falha

Funcionários da Urbs comentaram que a placa de conversão proibida, que ficava entre a pista de passeio e a canaleta de ônibus, foi arrancada em outro acidente. Não foi colocada outra placa e não há outra indicação de proibição no local.