Matinhos, na região do Litoral, recebe novas proteções costeiras nas praias a partir desta terça-feira (10). As estruturas fazem parte da preparação para a realização das obras de recuperação da praia, projeto do Instituto Água e Terra (IAT), executado pelo Consórcio Sambaqui.

A proteção costeira é formada por formas têxteis do tipo bolsa e do tipo colcha, preenchidas com argamassa, que irão funcionar como um muro de proteção das estruturas de urbanismo e paisagismo. Estas são importantes elementos para dar segurança à orla da praia durante as ocorrências de ressacas. A instalação começa em Caiobá e vai até o final da intervenção, no Balneário Flórida.

LEIA TAMBÉM:

>> Ferry Boat de Guaratuba: Contratos emergenciais passam de R$ 50 milhões para 180 dias de serviços

>> Novos radares em Curitiba vão flagrar deslizes de motoristas a partir de quarta-feira. Saiba onde!

As obras na Orla de Matinhos preveem, além da engorda da faixa de areia por meio de aterro hidráulico, estruturas marítimas semirrígidas, canais de macrodrenagem e redes de microdrenagem, e revitalização urbanística da praia e da calçada com o plantio de árvores nativas. Também serão realizadas melhorias na pavimentação asfáltica e a recuperação de vias.

O investimento da primeira etapa das obras é de R$ 314,9 milhões, com intervenções em 6,3 km (do Balneário Flórida ao Morro do Boi). O objetivo é minimizar os impactos gerados pela combinação do desequilíbrio de sedimentos, ocupações mal planejadas e ressacas no Litoral. Essa combinação vem destruindo e comprometendo boa parte da infraestrutura urbana, turística e de lazer no município.

O consórcio vencedor da licitação vai promover a engorda da faixa de areia em até 100 metros de largura. A empresa realizou, até o momento, a mobilização de equipamentos, iniciou a solda da tubulação para a dragagem, a construção do viveiro para o cultivo da restinga, a instalação do canteiro central e das placas de segurança e das cercas de isolamento.

Também iniciou o trabalho de coleta de material genético da restinga na praia de Caiobá para serem cultivadas no viveiro em terreno cedido pela prefeitura, e o afugentamento da fauna local para um habitat seguro durante as intervenções.

Pantanal

Zuleica está preocupada com Marcelo

Instagramáveis

Saiba onde encontrar as lindas cerejeiras em Curitiba

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

Joaquim termina seu noivado com Isadora