O médico Luís Filipe Fantinati Lazanha, de apenas 30 anos, faleceu no Hospital das Nações, em Curitiba, na última segunda-feira (15). Formado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) em 2018, ele é o 48º médico vítima da Covid-19 no Paraná, segundo o Conselho Regional de Medicina (CRM). A morte precoce do médico gerou grande comoção nas redes sociais.

Luís Filipe atuava na linha de frente no combate ao coronavírus e havia sido convocado como suplente para a residência em radiologia no Hospital de Clínicas. Não chegou a assumir a vaga.

+Leia mais! Número de médicos mortos por covid-19 quase dobra no PR em três meses; veja lista

Natural de Ourinhos, no interior de São Paulo, foi sepultado no cemitério Memorial da Vida, em São José dos Pinhais, por causa dos protocolos de segurança sanitária vigentes. O último relatório da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (Sesa), do início de março, indica que 1.404 médicos já haviam sido infectados pelo coronavírus no estado.

Comoção nas redes sociais

A morte precoce do jovem médico gerou uma grande comoção nas redes sociais. Muitos amigos e conhecidos expressaram sentimento pela perda do amigo. “Meu coração está em pedaços. A dor é sem dúvida a pior de todas já sentidas. Meu primo, um irmão, uma vida tão preciosa, tão gentil, tão querido. Um filho exemplar, pai e marido. Filipão.. pensar que Deus te recolheu e não nos veremos mais aqui, dói no fundo da minha alma, mas creio que um dia nós veremos na glória… Amamos sua vida! Sua passagem foi curta, mas exemplar”, disse a prima de Luís Filipe nas redes.

“Meus sinceros sentimentos à todos os familiares. É muito triste cada morte causada por essa doença, principalmente daquelas pessoas que desde do início estavam ajudando, tentando salvar a vida de outra pessoa. Infelizmente, para muitos, é vida que segue, ou segue o jogo, como se não se importassem”, disse uma seguidora no perfil do médico.