Médicos de Curitiba lançaram uma campanha para que hospitais recebam doações de máscaras para proteger profissionais de saúde que atuam no tratamento da Covid-19. O pedido é por máscaras cirúrgicas, protetor facial e máscaras N95 – todas em falta no mercado desde o início da pandemia.

VEJA MAIS – Como fazer máscara de tecido: 3 modelos simples para se proteger do coronavírus

O nome da campanha é “Doe Proteção”, uma parceria entre a Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS) da prefeitura, a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e o Programa de Voluntariado Paranaense (Provopar). A campanha de doação vai começar em Curitiba, mas o objetivo é expandir para o interior do Paraná e até para outros estados. 

“Todos que tenham máscaras guardadas em casa ou que compraram essas máscaras e não vão usar agora, doem para os profissionais que estão trabalhando nos hospitais. Há uma carência mundial desses equipamentos”, explica o médico infectologista e criador da campanha, Jaime Rocha, que recentemente gravou um vídeo que viralizou na internet com dicas utéis de prevenção do coronavírus.

LEIA TAMBÉM – Profissionais de saúde estão longe da família para cuidar de todos nós na pandemia

“Vamos organizar, inicialmente em Curitiba, uma fila dos hospitais que estão precisando mais para que as máscaras vão para quem precisa mais neste momento”, complementa Rocha.

Postos de coleta de máscaras

Provopar – Rua Hermes Fontes, 315, Batel.
FAS – Rua Eduardo Sprada, 4520, CICl.

Doações em dinheiro

Banco: Itaú
Nome: Provopar Estadual
Agência: 4143
Conta Corrente: 00707-0
CNPJ: 76.793.397.0001-88