É estável o quadro do menino de seis anos que foi atropelado por um caminhão no começo da tarde desta sexta-feira (2). Conforme o previsto, ele recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na tarde deste sábado (3), mas continua internado no Hospital Evangélico Mackenzie. O acidente aconteceu na esquina das ruas Professor Algacyr Munhoz Mader, com a Gerhard Ens, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), e matou Cauam Henrique de Jesus, de nove anos, que estava junto com o menino.

+Leia também: Skinheads são condenados mas sentença não deixou ninguém satisfeito

À Tribuna do Paraná, a assessoria de imprensa do hospital confirmou que o garoto, de primeiro nome Jeferson, passou por vários exames assim que chegou ao hospital, na tarde desta sexta-feira. O menino, que teve uma fratura de tíbia (osso que fica na perna, entre o pé e o joelho, ou seja, na canela), foi colocado na UTI por precaução e para poder receber todos os cuidados necessários. Depois de receber alta da UTI, ele foi encaminhado à enfermaria do hospital, ainda sem previsão de alta.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!

Caminhão irregular

O caminhão que atropelou os dois garotos transportava entulhos e a documentação consta em nome de Safra Leasing S/A. O atropelamento aconteceu no momento em que o motorista foi fazer a conversão à direita para sair da Algacyr Munhoz e acessar a Gerhard Ens.

O sargento Jamur Dias, do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), informou que o motorista do caminhão prestou socorro e passou pelo bafômetro, que deu negativo. Embora a carteira de habilitação do motorista estivesse regular, o caminhão acabou sendo apreendido por irregularidades na documentação. Além disso, o BPTran também constatou dois pneus carecas.

Mulher ‘troca’ adolescente por droga, mas é presa junto com suspeito de estupro