Um casal viveu momentos de terror nas mãos de dois adolescentes, de 15 e 17 anos, que ainda causaram um acidente na noite desta segunda-feira (9). Tudo começou em um assalto a uma casa no Portão, onde os garotos entraram, trancaram os moradores e fugiram com o carro das vítimas, uma Toyota SW4. Na fuga, foram ao encontro de uma viatura da Polícia Militar, na Cidade Industrial, houve perseguição, eles atropelaram a mulher e capotaram. Um fugiu e o outro foi apreendido.

Os dois moradores foram abordados na hora em que chegavam em casa, por volta das 20h. Os adolescentes entraram e pediam por dinheiro. “Eles nos prenderam no lavabo e perguntavam se tínhamos cofre. Falavam que iam nos encher de bala se não achassem o cofre”, disse uma das vítimas que não se identificou.

Enquanto os donos da casa estavam presos, os adolescentes colocaram tudo que puderam dentro da caminhonete da família e fugiram. Os moradores conseguiram sair do lavabo e chamaram a PM.

Rapidamente, viaturas saíram em busca dos garotos e, na Rua Desembargador Cid Campelo, próximo ao cruzamento com a Rua Rodolpho Doubek, cruzaram com o veículo roubado. Houve perseguição e, em alta velocidade, o adolescente que dirigia a caminhonete entrou em uma rua na contramão, atropelou uma mulher de 45 anos que estava na calçada, bateu em um carro e capotou.

A mulher, segundo informações no local, voltava da igreja. Ela foi arremessada contra uma lixeira e ficou gravemente ferida. Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) a encaminharam, em estado grave e com fraturas, ao Hospital do Trabalhador.

Quando os policiais abordaram a caminhonete roubada, descobriram que o adolescente, de 17 anos, que dirigia o veículo estava sozinho. O garoto contou que deixou o outro adolescente antes da perseguição.

Dentro do carro e com o adolescente não foi encontrada nenhuma arma, de acordo com a PM. Ele não ficou ferido com o acidente e foi encaminhado, junto com a caminhonete, à Delegacia do Adolescente, no Tarumã.