Uma BMW, modelo 335i, foi retirada na tarde desta quarta-feira (29) do Rio Iguaçu, no Boqueirão, em Curitiba. O carro, que foi encontrado submerso, estava a cerca de dois quilômetros do acesso ao Zoológico pela Avenida Marechal Floriano Peixoto.

Segundo a prefeitura, o carro estava quase que completamente dentro da água, com apenas parte do teto fora. Para a retirada foi utilizada uma retroescavadeira da Secretaria Municipal de Obras. Depois de retirado do local, a BMW foi colocada num guincho. A prefeitura informou que o carro foi levado até o pátio da Setran, que fica na Rua Alberto Klemtz, no bairro Portão.

Mistério do carro

Ninguém soube explicar detalhes sobre como o carro foi parar ali dentro do rio, porém, a Guarda Municipal descobriu que a única notificação do carro foi registrada no dia 30 de junho de 2015 e esse informe apontava que o veículo estava dentro do Rio Iguaçu.

Na época, o Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost), do Corpo de Bombeiros, fez buscas pelo veículo e nada foi encontrado. O BMW preto está sem as rodas, sem placas e com muita sujeira. O carro vai passar por uma limpeza na carcaça para que seja localizado o número do chassi.

Lixo nos rios

Durante a remoção do carro, a retroescavadeira também retirou restos de um sofá velho e um carrinho de bebê. De com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, no primeiro semestre deste ano foram retiradas 1.211,16 toneladas de lixo dos rios da capital nas mais variadas formas, como aparelhos de TV, eletrodomésticos em geral, camas, sofás, carcaças de carros, pneus e outros.

Apesar de este trabalho ser contínuo, a prefeitura reforça o alerta para que a população não jogue lixo nos rios. Além de poluir o meio ambiente, o acúmulo de material reduz a vazão de água, o que causa os alagamentos nos períodos de chuvas.

Atlético não foi bem, mas venceu e subiu na tabela