Moradores de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, estão indignados com o possível aumento de salário do prefeito eleito, Gerson Colodel (PMDB). Segundo a população, o político teria aproveitado o primeiro dia de mandato para subir em 20% a sua própria remuneração, a do vice-prefeito e também a dos secretários municipais.

Procurada pela equipe da Tribuna do Paraná, a Prefeitura do município não confirma o fato. Inclusive, informou em nota que as últimas mudanças salariais ocorreram em 2013 e 2014, quando as remunerações sofreram cortes e depois voltaram ao normal.

“A lei nº 1.713 de 2013 reduziu os subsídios do prefeito, do vice-Prefeito e dos secretários municipais no período compreendido entre 1º de julho de 2013 a 31 de dezembro de 2013, sendo que os valores foram restabelecidos a partir de janeiro de 2014, conforme previsto no parágrafo 1º da referida lei”, divulgou.
Dessa forma, os repasses ao município teriam sido restabelecidos e padronizados a partir de 2014, sem qualquer mudança durante a nova gestão.

Corte de gastos

Segundo a Prefeitura, o que teria acontecido desde a última segunda-feira (2) é bem diferente, já que a proposta da atual gestão seria reduzir em até 50% o gasto dos cofres públicos por meio de uma reforma administrativa que corta metade das secretarias e dos cargos comissionados.