O policial militar da reserva , o 1° sargento Mauricio Kaliberda, de 57 anos, morreu na noite desta terça-feira (22), no hospital Evangélico Mackenzie, em Curitiba. O militar estava na explosão do estande de tiros, que ocorreu no sábado (19), em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A informação foi confirmada pelo hospital.

Segundo informações do Evangélico, no dia da explosão, o sargento chegou a ser atendido e logo foi encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) devido as queimaduras atingirem 50% do corpo. De acordo com a Polícia Militar, a explosão pode ter sido causada por excesso de pólvora no estande. Apesar disso, as causas serão investigadas pela Delegacia de Armas e Munições (Deam), da Polícia Civil.

+Leia mais! Polícia ouve amigos e familiares de mulher assassinada com 14 tiros em Curitiba

A cabo Katia Regina Queiroz Bueno, de 56 anos, permanece internada em estado grave no Hospital Evangélico. Ela teve 75% do corpo queimado. Outros dois homens taiwaneses, de 27 e 30 anos, sofreram queimaduras e estão no Hospital do Trabalhador. A família não liberou a divulgação de informações.

Explosão no estande

A explosão em um barracão onde funcionava um estande de tiro deixou pelo menos quatro pessoas feridas em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, no início da tarde de sábado. O acidente ocorreu na Rua Jandaia, bairro Emiliano Perneta, perto das 13h.

+Leia mais! Bandeira laranja será renovada? Curitiba define nova restrição nesta quarta-feira

A cabo Katia Regina Queiroz Bueno, de 46 anos, e o sargento Mauricio Kaliberda, 57 anos, orientavam dois empresários do Taiwan no estande de tiro antes da explosão.

O delegado André Feltes da Deam, esteve no local da explosão e relatou que o estabelecimento funcionava de maneira irregular, pois não tinha alvará e outros documentos. Marluz Dalledone, advogado da empresa, admitiu que a empresa não tem o alvará citado pela Polícia Civil, mas afirmou que o local tinha as demais autorizações da prefeitura, Exército e Corpo de Bombeiros.

+Viu essa? Tarifa residencial da Copel terá reajuste de 8,97% a partir desta quinta-feira