Subiu para cinco o número de mortos devido ao grave acidente registrado na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) no último final de semana. Matheus de Oliveira, de 20 anos, teve a morte cerebral constatada no meio da tarde desta quarta-feira (3). De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mesmo diante da perda, a família do rapaz decidiu doar os órgãos dele e salvar outras vidas. A captação foi realizada ainda durante a tarde. Delegado que investiga o caso enumera uma série de erros para a morte dos jovens.

Já o amigo dele, Alisson Cassiano Sartori Zacarias, de 19 anos, segue internado na UTI do Hospital do Trabalhador. O rapaz tem quadro de saúde estável, mas ainda grave e sem previsão de alta médica.

Entenda o caso

O acidente foi na esquina das ruas Vicente Micheloto e Desembargador Cid Campêlo. Ao todo, seis jovens voltavam de uma festa em um Peugeot 307 que, segundo testemunhas, trafegava em altíssima velocidade antes de colidir contra outro veículo, bater em um poste e derrubar um muro. Com o impacto da batida, o automóvel se partiu ao meio e teve o motor lançado a metros de distância. A Polícia Civil investiga o caso e não descarta a hipótese de racha.

Outras vítimas

Os outros mortos são Alif do Nascimento Pinheiro, de 22 anos, que faleceu no hospital no dia 31 de julho, e Patrick Cristian Vezentin, de 22, Matheus Roberto dos Anjos, de 18, e Rafaela Vizoto, de 19, que morreram na hora do acidente.
31-07-16_vitimasracha