Mais da metade dos acidentes envolvendo veículos no primeiro semestre nas ruas de Curitiba, teve participação de motociclistas. E pior, a morte dos condutores aumentou em 162,5% em relação ao ano passado. Os dados foram realizados Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

Segundo o BpTran, nos primeiros seis meses de 2021, foram 2.267 acidentes nas ruas curitibanas, sendo que em 1.206 ocasiões, as batidas tiveram envolvimento direto com motos, ou seja, 53,2% dos casos. Ainda nesse levantamento, os números indicam que 19 pessoas morreram, sendo que no mesmo período de 2020 foram oito, aumento de 162,5%.

Leia mais! Tempo muda em Curitiba após dias de calor e sem chuva. Veja como fica!

A tenente Jaqueline Mayra Tonelli, porta-voz da PM, reforça que os dados são preocupantes e que fiscalizações podem ajudar a minimizar o problema. ““Notamos uma maior circulação de motos nas vias devido ao aumento dos serviços de delivery durante a pandemia”, disse. “E os dados são preocupantes. Nos alertam para intensificarmos operações e fiscalizações para prevenir acidentes, mas é algo que também deve pautar a discussão com a sociedade”, disse Tonelli.

A estimativa é que 164.128 motocicletas e motonetas estão em circulação na capital paranaense.

+Viu essa? Capivara e mais bichos viram pastel em feira de Curitiba e chamam atenção até do prefeito

Quem são dos acidentados?

No levantamento do BPTran, percebe-se que grande parte dos acidentes acontece com o público masculino, com idade entre 18 e 40 anos. “Ainda temos que trabalhar muito com a questão da educação no trânsito, pois temos dados ainda muito alarmantes e que demandam o envolvimento maior não só do poder público, mas também da sociedade como um todo, para evitar que mais vidas se percam no trânsito”, reforçou a tenente Tonelli.

+WebStories! Lojas tradicionais de Curitiba resistem à pandemia; conheça quais

As recomendações de segurança para evitar acidentes de trânsito abrangem a direção, o uso de equipamentos adequados e, principalmente, o respeito ao próximo. A tenente Tonelli explica que o comportamento responsável de quem está na condução faz t diferença para evitar acidentes com vítimas. “Nosso papel é de fiscalizar e orientar, mas o trânsito envolve toda a sociedade e somente com a colaboração de todos esse ambiente será mais seguro”, completou a porta-voz.

Web Stories

Pega Pega

Treta! Nelito dá um soco em Julio por causa de Cíntia

Você sabia?

Cinco curiosidades sobre Curitiba que nem o curitibano raiz sabe!

Gigante!!

Nova Havan será quatro vezes maior que a loja que será abandonada em Curitiba

Lindas!

Cinco árvores exóticas e raras de Curitiba