A temporada que Elan Rodrigo Justo Dias, 23 anos, passou no litoral para se afastar das brigas entre gangues no bairro Vargem Grande, em Pinhais, não foi suficiente para que os inimigos se esquecessem dele. Tão logo o rapaz retornou de Matinhos, a tocaia foi armada e ele foi morto com dois tiros de revólver, um no peito e outro na cabeça, perto da esquina das ruas Osório Duque Strada e Fagundes Varela. Eram 23h30 da noite de quinta-feira e mesmo sendo uma zona rodeada de residências, nenhuma testemunha quis dizer o que viu.

De acordo com a Polícia Civil, este bairro é conhecido peles casos de violência. “Dos últimos seis homicídios que contabilizamos aqui na cidade, quatro aconteceram no Vargem Grande”, informou o delegado Fábio Amaro, chefe do distrito local.

Segundo Fábio, conhecidos de Elan disseram que ele estava envolvido com drogas. “Este jovem também tinha passagens pelo sistema prisional. Foi autuado pela Lei Maria da Penha, além de estar envolvido em confusões na região. Estava sumido para dar uma esfriada nos ânimos do inimigos, mas não adiantou”, completou o delegado. A polícia continua apurando para descobrir quem são os assassinos.