Um motociclista de 27 anos que trabalhava fazendo entregas na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), foi atropelado e morreu na noite da última sexta (23). A situação aconteceu por volta das 23 horas, na rua Senador Accioly Filho quando, ao passar por um cruzamento, o motociclista foi atingido por um carro que não respeitou a preferencial. Com a colisão, o homem foi lançado a 20 metros de distância do local da batida e não resistiu aos ferimentos.

LEIA TAMBÉM – Cabify vai encerrar operação no Brasil, apontando crise social e sanitária como motivos

O condutor do carro, policial militar que estava de folga, recusou-se a realizar o exame do bafômetro ao ser abordado pelas equipes da PM que atenderam a ocorrência.

Ainda durante a abordagem, um pequeno tumulto formou-se no entorno do local e a população fez ameaças ao policial envolvido. Por conta da aglomeração e também diante da recusa em fazer o bafômetro, ele foi conduzido à delegacia onde foi constatada embriaguez.

O policial foi preso em flagrante e os passageiros que estavam em seu carro no momento do atropelamento serão ouvidos.

O motociclista deixa esposa e uma filha de 11 anos.