O pedreiro Francisco Soares da Silva, 37 anos, morreu na manhã de ontem ao bater a motocicleta que pilotava na traseira de um Gol (com placa e Palmitos – SC), na Avenida Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, no Campo Comprido. Segundo a polícia, o acidente aconteceu às 10h e não chovia no momento.

De acordo com o soldado Hélio, do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), o condutor do Gol, Paulo José da Silva, 47, informou aos policiais que o pedreiro conduzia a moto Honda CG 125 Fan e passou direto na lombada, batendo atrás de seu veículo.

Francisco caiu da moto e morreu ao bater a cabeça no asfalto. Ao lado do corpo havia dois capacetes, mas, segundo o condutor do Gol, quando os socorristas do Siate chegaram Francisco estava sem a proteção. A polícia suspeita que ele estava com o capacete apoiado na testa e o equipamento se soltou quando ele passou na lombada.

Mais

Os corpos de outras quatro pessoas vítimas de acidente de trânsito deram entrada no Instituto Médico-Legal (IML) entre a tarde de sábado e manhã de ontem.

O bancário Alfredo Moraes e Silva Neto, 62, morreu na Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Alto da XV. As outras três vítimas morreram em hospitais: Ermelino de Andrade, 57, morreu no Hospital Angelina Caron e Izabel Rodrigues Fontoura, 47, e Sebastião de Aguiar, 48, morreram no Hospital do Trabalhador.