Um motociclista flagrou o motorista de um Gol perdendo o controle e atingindo outros veículos que estavam estacionados. O registro foi feito no último final de semana e o motorista sequer parou para ver o estrago que provocou.

O rapaz de moto, que seguia logo atrás, filmou tudo e procurou a reportagem da Tribuna do Paraná para mostrar o vídeo. Segundo o motociclista, que pediu para não ser identificado, ele sempre anda com uma câmera acoplada ao capacete e se surpreendeu com o que viu. “Segui por uns 15 minutos, mas quando dei uma volta para não ser descoberto, o veículo fugiu”.

O flagra foi feito na Rua Vicente Machado, no sábado (4) a noite, enquanto acontecia o Balada Protegida. O motociclista percebeu que o motorista do Gol estava dirigindo de forma perigosa e resolveu segui-lo. Um pouco a frente, depois da operação montada pela prefeitura de Curitiba, o carro esbarrou em alguns veículos que estavam estacionados.

Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução.

“Levei um susto quando vi que ele bateu nos veículos. Como não tinha nenhuma viatura por perto mais, segui mais um pouco e depois passei as informações para a Guarda Municipal (GM)”, contou o rapaz da moto. O motorista do Gol fugiu e deixou o prejuízo. No vídeo é possível ver que pelo menos um Celta foi atingido pelo carro.

Registro da ocorrência

Mesmo passando os dados para a GM, por não ter havido flagrante, o motorista provavelmente não foi multado. O dono do carro atingido deve ser percebido o que aconteceu quando já era tarde, mas segundo o tenente Ismael Veiga, do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), ainda é possível registrar o boletim de ocorrência (BO).

Neste caso em específico, por haver um vídeo flagrando a ação, o material ainda pode servir para identificar o motorista, caso as pessoas que foram vítimas procurem a polícia. “O importante é procurar o BPTran e, antes de mais nada, registrar o que aconteceu”, alertou o tenente.

Segundo o motociclista, pelo menos o Celta foi atingido. Foto: Reprodução.
Segundo o motociclista, pelo menos o Celta foi atingido. Foto: Reprodução.

As imagens registradas pelo motociclista podem servir como prova, mas em outras situações, caso a vítima não tenha algum vídeo, é possível também registrar o BO com testemunhas, por exemplo. “Em qualquer situação, é importante que as pessoas tenham o máximo de informações possíveis. Isso vai facilitar depois na decisão do juiz”, explicou o tenente.

Denúncias ajudam

Quando flagrar algo irregular no trânsito, seja numa situação parecida com a registrada pelo motociclista ou qualquer outro tipo de irregularidade como motorista dirigindo alcoolizado, é importante denunciar através do fone 190 para a PM ou 153 à GM.

“O que nós percebemos é que, no trânsito, as pessoas sentem necessidade de mudança, por isso praticamente tudo é sempre denunciado. Isso é importante, pois a participação das pessoas, cobrando e acionando a polícia, faz com que nosso trabalho seja ainda mais efetivo”.