O protesto que distribuiu mil vales de R$ 20 para os motoristas abastecerem formou fila de carros em um posto de combustíveis no bairro Rebouças na manhã desta sexta-feira (29). A ação foi organizada pelo Sindicato dos Petroleiros do Paraná ( Sindipetro), que reclama do preço aplicado nas bombas e da importação de combustíveis mesmo com estoque nas refinarias brasileira.

Leia + Guarda Municipal reforça efetivo nas ruas de Curitiba na Operação Natal

Os motoristas que passaram pelo posto na Rua Chile comemoraram o protesto. Principalmente os que dependem de veículos para trabalhar, como motoristas de táxis e de aplicativos e motoboys. “Trabalho como motorista de aplicativo e gasto R$ 80 de combustível por dia. Qualquer redução temos que aproveitar”, comemora João Batista Lombardi.

Outro que comemorou o desconto foi o motoboy Cleverson Bueno. “Desconto fim de ano é bom. Pra gente que trabalha com moto já tira o dia de trabalho com esse desconto”, comemora.

Desconto de R$ 20 faz parte do protesto dos petroleiros. Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná
Desconto de R$ 20 faz parte do protesto dos petroleiros. Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná

Correria

Já o frentista Júlio César prevê muito trabalho até os vales se esgotarem. “Hoje a chapa vai esquentar”, comentou o funcionário do posto, que não parava de correr enquanto os motoristas abasteciam com desconto.

Cada motorista tinha direito a apenas um cupom de R$ 20 por veículo para abastecimento de gasolina ou diesel. Com o grande movimento de motoristas tentando abastecer com desconto, as ruas do entorno do posto estão com trânsito lento na manhã desta sexta. O protesto ocorre até durarem os vales-combustíveis.

Fora da prisão, Allana Brittes vira digital influencer com 76 mil seguidores