Um protesto do Movimento Sem Terra (MST) movimenta a frente da sede da Sanepar, na Rua Engenheiro Rebouças, no Prado Velho, em Curitiba, nesta quarta-feira (7). A mobilização acontece desde o começo da manhã e busca denunciar o processo de privatização envolvendo o processo da água, que vem acontecendo em todo o Brasil.

Os manifestantes ocuparam a entrada do prédio de Sanepar, mas seguem pacíficos e o fluxo de veículos não foi interrompido. A intenção era que uma equipe do MST fosse recebida pelos diretores da Sanepar e assim foi feito.

Segundo os organizadores, essa é uma série de manifestações que vai ser feita em todo o país. O MST quer evitar que empresas públicas que têm o controle da água, sejam privatizadas.

A intenção deles, em serem recebidos pela direção da Sanepar, é pedir que a empresa se manifeste contra a privatização. Através da assessoria imprensa, a Sanepar informou que a empresa continua sendo pública, até mesmo seguindo uma lei Estadual que proíbe a privatização.