Operação da Polícia Federal (PF) nesta sexta-feira (16) mira uma quadrilha de tráfico internacional de drogas que age no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais. O grupo alicia mulas, pessoas que se passam por turistas para embarcar nos aviões com bagagem transportando drogas.

Uma pessoa foi presa preventivamente e dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba.

A investigação começou a partir da prisão em flagrante de uma estudante em fevereiro. Ela tentou embarcar no Afonso Pena com destino a Portugal com cerca de 4,8 kg de cocaína despachados na mala.

LEIA MAIS – Quadrilha que tinha até site para ensinar golpes é alvo da polícia em Curitiba

Na sequência, a PF descobriu que uma mulher agiu como aliciadora da mula e outra pagou as despesas da viagem e a remuneração da estudante que levaria a cocaína, além de orientá-la a como agir para tentar despistar os policias no aeroporto.

Todas vão responder por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, cujas penas somadas podem chegar a 25 anos de prisão.