Maísa Neves Leite, de 38 anos, que estava desaparecida, foi encontrada na tarde de sábado (24), horas depois da divulgação de seu sumiço. Segundo a família, Maísa tinha sido vista pela última vez quando saiu de Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), para ir à terapia no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba.

Familiares chegaram a registrar um boletim de ocorrência junto à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), pois não tinham recebido informações do paradeiro de Maísa. Conforme a Polícia Civil, a mulher foi encontrada no Parque Barigui e estava, visivelmente, dopada por medicamentos.

Conforme a família, Maísa sofre de depressão e tem epilepsia. A família tinha tentado contato pelo celular, mas o aparelho estava desligado. Ela foi levada até uma unidade de saúde e já está em casa com a família e o filho, de apenas oito anos.