O Museu do Holocausto de Curitiba, primeiro no Brasil dedicado à memória das vítimas do holocausto, divulgou uma nota em que classifica como uma afronta o vídeo do ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, que faz apologia ao nazismo. “Este inadmissível plágio textual e estético, além de repulsivo, cruza a linha do que é moralmente aceitável e configura apologia ao nazismo”, diz um trecho do texto. Veja o post completo:

Na noite do dia 16 para 17 de janeiro de 2020, o secretário da Cultura do Governo Federal, Roberto Alvim, publicou um…

Posted by Museu do Holocausto de Curitiba on Friday, January 17, 2020