A corrida da população em busca de máscaras para evitar o coronavírus está levando o Procon do Paraná a se preocupar com os casos de abuso ao consumidor. Em um vídeo, Claudia Silvano, coordenadora do órgão, alerta os consumidores, principalmente com os preços cobrados por mascaras e também no álcool gel. No Paraná, até o final da manhã desta sexta-feira (28), eram seis casos suspeitos, sendo três deles em Curitiba.

“Muitas pessoas correm para as lojas em busca destes produtos. É preciso tomar cuidado, não se apavore, siga as dicas das autoridades em saúde”, orienta Claudia Silvano.

Ela alerta que se o consumidor encontrar algum abuso cometido nos preços, a orientação é pegar a nota fiscal e procurar o órgão de defesa do consumidor. “O Procon não vai permitir que as empresas abusem do consumidor neste momento. Exija, guarde a nota fiscal e abra reclamação”, explicou.

Como prevenir o coronavírus

• Lavar as mãos com frequência, ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento.
• Utilizar lenço descartável para higiene nasal.
• Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir.
• Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar.
• Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
• Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.
• Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
• Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis e após lavar as mãos).