Com a passagem de uma frente fria pelo Paraná, neste domingo (27), e a presença de uma massa de ar polar na sua retaguarda, o estado vive a expectativa da ocorrência de neve na região Sul e de temperatura negativa em Curitiba. Na cidade de Palmas, por exemplo, o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) não descarta a ocorrência do fenômeno a partir da terça-feira (29). Isso porque na Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul, onde a massa de ar frio chega antes, a previsão de neve está mantida para a segunda-feira (28). Mas pode ter neve em Curitiba? Segundo a previsão, na terça-feira, também haverá queda brusca, com possibilidade de registros de temperatura negativa na capital.

+Leia mais! Envolvido na morte de Ana acompanhava passos da vítima e repercussão do crime. Polícia divulga prints

Em Curitiba, a sequência até a chegada do frio intenso começa com a previsão de chuva no domingo, por causa da frente fria, depois a instabilidade atmosférica começa a se desfazer na segunda-feira e, na terça, a mínima prevista para a capital já será de 1º C, com possibilidade da previsão se alterar para temperaturas negativas na madrugada. As máximas previstas giram em torno dos 14º C. Esta previsão supera o até então dia mais frio do ano em Curitiba, em 25 de maio, quando a cidade registrou apenas 4,6ºC.

De acordo com o Simepar, a massa de ar polar e seco também deve favorecer a formação de geadas no Paraná, incluindo a região de Curitiba. “O frio deve pegar o estado como um todo. A massa de ar polar entra primeiro pelo Oeste e Sudoeste e deve se espalhar para as outras regiões”, explica o meteorologista Paulo Barbieri, do Simepar.

Neve em Curitiba

De acordo com o Simepar, é menos provável neve em Curitiba nos próximos dias. A última vez que Curitiba viveu essa expectativa de neve foi em 2020, quando o Simepar confirmou neve em Curitiba e chuva congelada. Essa expectativa, inclusive, gerou uma enxurrada de memes.

As temperaturas em Palmas, na parte Sul do Paraná, devem chegar aos -2º C na terça-feira. Para nevar, segundo a meteorologia, além das temperaturas negativas são necessárias uma série de condições atmosféricas, como as nuvens estarem mais úmidas e a temperatura da atmosfera também se manter em torno de zero, para que o vapor de água congelado não derreta até chegar ao solo. Mas será que pode nevar em Curitiba?

“A partir do fim da tarde de segunda-feira, até a terça, não se descarta a possibilidade de neve na metade Sul do Paraná. Em Palmas, principalmente. Mas a previsão do fenômeno tem um prazo mais curto, ou seja, só mais perto do dia é possível ter mais certeza. Mas não se descarta porque na região da Serra Gaúcha, por exemplo, a meteorologia está mantendo para previsão de neve para a segunda-feira”, aponta Barbieri.

+Frio e sem água! Bairros de Curitiba sem água por causa de obra de grande porte da Sanepar

Frio também no Litoral

O frio também deve chegar nas praias do Paraná. Embora mais fraco, a previsão das temperaturas mínimas para o Litoral gira em torno dos 5º C na terça-feira. Já as máximas ficam perto dos 15º C. Assim como em Curitiba, a previsão de chuva nas praias vai até o domingo.