Curitiba conta com 19 Consegs espalhados pela capital atuando para resolver os problemas nas regiões, que são variados: desde ondas de arrombamentos, problemas com jovens, tráfico de drogas, praças e parques que viraram mocós. Anos de atuação fizeram dos Consegs ferramentas especiais para compreender as necessidades de cada um dos bairros da capital.

Por isso, a reportagem da Tribuna do Paraná entrou em contato com cada um deles para entender as dificuldades de cada região. Como é feito esse trabalho em Curitiba você acompanha na série de reportagens feita exclusivamente pelos repórteres da Tribuna Alex Silveira, Gustavo Marques e Eloá Cruz.

LEIA TAMBÉM:

>> Crime entre facções e muita violência: as ‘pedras no sapato’ do Conseg Alto Boqueirão

>> Moradores de rua, tráfico de drogas e furtos: O Jardim Botânico “escondido” atrás da estufa

Problema crônico no Capão Raso

O presidente do Conseg do Capão Raso é o guarda municipal Roberto Kuss, 43 anos, que atua há cerca de seis anos no conselho. Segundo ele, “os conselhos comunitários de segurança realmente precisam de espaço para divulgar o trabalho”.

Kuss explica que os principais problemas do bairro são o grande número de furtos e roubos a pessoas, comerciantes e ao patrimônio. Para ele, a questão das drogas é um problema crônico, que permeia toda a sociedade, contudo, no bairro percebe um aumento da circulação de usuários.

“Isso tem causado muita insegurança, haja vista que os furtos nas residências geralmente são praticados por usuários de drogas. Mas também tem a questão da perturbação do sossego, que em determinados dias e horários são problemas apontados pela comunidade que reclama da falta de atendimento por parte do poder público”, reflete.

Para ajudar a solucionar os problemas, Kuss destaca que o Conseg do Capão Raso costuma propor às autoridades responsáveis pela segurança pública um aumento do efetivo policial, tanto da Polícia Militar quanto da Guarda Municipal, com ações de rotina para passar uma maior segurança aos moradores. Entretanto, segundo ele, a comunidade sabe que é primordial que o serviço de inteligência e investigação da Polícia Civil atue em conjunto.

Kuss também pede mais apoio da administração pública. “Temos que ter mais apoio do município e do estado, na questão das legislações. Mas estamos sempre em conversando”, finaliza.

Onde achar o Conseg?

Caso queira ir em um Conseg próximo de casa para ser voluntário ou mesmo para fazer uma reclamação ou pedido, procure no site da Ceconseg o conselho mais perto da sua região, ou entre em contato via e-mail ( conseg@sesp.pr.gov.br) e telefone  (41) 3299-7928.

Nas próximas reportagens, você vai saber mais detalhes sobre os problemas de cada região e como os presidentes dos conselhos estão trabalhando para revolver cada um deles. Fique de olho aqui na Tribuna!

Outros Consegs de Curitiba

Água Verde: Exemplo de gestão por trás do melhor IDH de Curitiba

Alto Boqueirão: Crime entre facções, tráfico de drogas e furtos: as ‘pedras no sapato’ do Conseg Alto Boqueirão

Batel: No bairro mais rico de Curitiba, luxo atrai a violência e causa medo

Cajuru: ‘Mapeamento da violência’ vira estratégia de segurança no Cajuru

Capão Raso: Furtos que alimentam o tráfico tiram o sossego dos moradores

Centro Cívico: Algazarra, abusos sexuais, brigas e álcool: Centro Cívico não aguenta mais

Guabirotuba: Bairro sofre com roubo de celulares, ‘saidinha’ de banco e furtos

Jardim Botânico: Moradores de rua, tráfico de drogas e furtos: O Jardim Botânico “escondido” atrás da estufa

Jardim Social: Mais de 100 câmeras afastam a violência no bairro Jardim Social

Lindoia, Fanny e Novo Mundo: Furtos de metal já são triste cotidiano no Lindoia, Fanny e Novo Mundo

Mercês e Vista Alegre: Confusões da boemia de Curitiba ‘respingam’ nas Mercês e Vista Alegre

Portão: Cheio de vida, bairro conquistou próprio módulo da PM

São Braz: Ameaças em avenidas e “vagas impossíveis”. Problemas no São Braz vão além da segurança

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?