Você já viu aqui na Tribuna que o frio promete chegar com força em Curitiba nesta semana. A partir de quinta-feira (29), a vinda de uma nova massa de ar frio pode fazer a temperatura despencar e chegar a casas negativas, segundo informações do Simepar a mínima chega aos -1ºC, com risco de geada em Curitiba.

Antes do frio em Curitiba, a passagem de uma frente fria traz a chance de chuva moderada, que podem acumular até 44 mm, aliviando a estiagem presente na região e a situação dos reservatórios da Sanepar em Curitiba e RMC.

O frio previsto pode ser até mais intenso, se comparado com as baixas temperaturas dos últimos dias. “Teremos um declínio razoável de novo. Como a atmosfera atual tem o frio como característica, o frio atual pode potencializar o comportamento da nova massa de ar. Mas a massa de ar frio vem depois da chuva, que em alguns pontos pode chegar de forma razoável”, revela o meteorologista Fernando Mendes, do Simepar.

A frente fria é como um para-choque, uma região de fronteira entre uma massa de ar mais aquecida e outra com ar mais frio. “É justamente nessa região de fronteira que gera instabilidade. A medida que a massa de ar frio avança, ela empurra esse sistema. A chuva antecede essa condição de resfriamento”, explica.

A promessa é para uma noite agradável e com um anoitecer com Lua cheia. Quer uma dica? Parque Tanguá fica no alto e a observação vale muito a pena.

Para o litoral, o calor vai ser mais pesado. Em Guaratuba, chance de alcançar 27ºC, ou seja, maçarico ligado. Em Morretes, cidade histórica e com tradição no calor, a máxima chega a 28ºC.

Chuvarada!

Na próxima quarta-feira (28), a previsão é chuva moderada, que pode acumular 44 mm. Logo após a chuva, a temperatura despenca. Na quarta mesmo, a mínima pode chegar aos 2ºC. Mas o frio mesmo alcança o auge na sexta-feira (30), podendo chegar aos -2ºC. Prepare as cobertas, porque há chances de geada na quinta, sexta e sábado da próxima semana (29, 30, e 31).

Interior com ventos

Segundo o Simepar, entre a noite desta segunda-feira (26) e a madrugada de terça-feira (27), chuvas acompanhadas de descargas atmosféricas e rajadas de vento já poderão ser observadas nos setores oeste e sudoeste, principalmente nos municípios paranaenses mais próximos da fronteira com Argentina e de divisa com Santa Catarina.