O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) formalizou um novo termo com representantes do Fundo de Investimentos Direto a Rússia que é responsável pela vacina Sputnik V contra o novo coronavírus. O documento coloca o laboratório paranaense como representante brasileiro da vacina russa.

+ Leia também: Paraná pode ter barreiras sanitárias para evitar disseminação do coronavírus

O Tecpar será o responsável por representar a vacina junto ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, assim que o registro da Sputnik V seja obtido junto aos órgãos regulatórios brasileiros. O acordo prevê também a possibilidade de transferência de tecnologia ao Tecpar, para que o instituto seja um dos parceiros científicos e tecnológicos do Fundo no país.

O Fundo de Investimento Direto da Rússia realizará os trâmites regulatórios necessários para o registro do imunizante no Brasil. O Governo do Paraná reiterou a disponibilidade dos hospitais universitários estaduais para a execução da fase 3 no país.

+ Veja também: Vacina da UFPR contra covid-19 produz mais anticorpos que a da Oxford em estudo; Entenda!

Até a obtenção do registro no Brasil, informações sobre prazos para a realização dos trâmites regulatórios necessários para o registro da vacina no Brasil devem ser solicitadas ao Fundo de Investimento Direto da Rússia.