A Linha Verde, corredor viário que liga Curitiba de Norte a Sul, teve mais uma etapa de obras concluída pela Prefeitura nesta semana. A entrada em funcionamento das estações-tubo Vila Olímpica e Fagundes Varela, com os ônibus do transporte coletivo circulando pela canaleta central da Linha Verde, neste sábado (17), marca a entrega oficial do lote 3.1 da Linha Verde Norte.

“Nós terminamos mais um trecho da Linha Verde. Vamos terminá-la nesta gestão e vamos fazê-lo com entusiasmo porque Curitiba merece”, disse o prefeito Rafael Greca nesta sexta-feira (16), na obra. Participaram o vice-prefeito, Eduardo Pimentel, o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, e a secretária municipal da Comunicação, Cinthia Genguini.

+ Leia mais: Cruzamento “campeão de acidentes” em Curitiba é alterado após denúncia na Tribuna

O trecho entregue pela Prefeitura compreende 2,46 quilômetros e vai desde o viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral até as proximidades do Hospital Vita.

A Secretaria Municipal de Obras Públicas coordenou todos os trabalhos que envolveram o asfalto das pistas da Linha Verde, das marginais e da pavimentação em concreto da canaleta central, por onde vão circular os ônibus do transporte coletivo.

O secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, destacou que o avanço das intervenções na Linha Verde com a conclusão do trecho concretizam os esforços para finalizar a via que corta Curitiba de Norte a Sul.

+ Leia também: Cartórios do Paraná têm o 1º semestre com mais óbitos e menos nascimentos da história

“Herdamos essa grande e complexa obra. O resultado do trabalho intenso está aí, com o término do lote 3.1. Logo iremos também concluir a trincheira da Rua Fulvio José Alice, que ligará Bairro Alto e Bacacheri sob a Linha Verde. E, dia a dia, avançamos com o serviço entre o Conjunto Solar e o Atuba, que pretendemos entregar no próximo ano”, apontou Rodrigo Rodrigues.

Passarelas

Passarela que fica em frente à Praça Cova Da Iria e ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

A construção de uma passarela metálica para os pedestres cruzarem a Linha Verde também fez parte da conclusão do Lote 3.1. Com mais esta etapa concluída da Linha Verde, vai aumentar a circulação de pessoas pela região e a nova passarela garante mais segurança aos pedestres. 

A nova estrutura fica perto da Estação Vila Olímpica e liga Bairro Alto e Bacacheri, nas proximidades do encontro com as ruas Dante Angelote e Coronel Francisco de Paula Moura Britto, em lados opostos da Linha Verde.

+ Veja também: Angeloni investe R$ 65 milhões em nova loja no Paraná com 305 empregos diretos

Outra passarela, mas que não faz parte do contrato de obras do lote 3.1, também foi concluída pela Secretaria Municipal de Obras Públicas. Ela fica em frente à Praça Cova da Iria e ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima em ligação com a Rua Maria Ficinska, no Tarumã. O investimento nesta passarela foi de R$ 3,7 milhões (R$ 3.799.872,85).

Retomada das obras

A Prefeitura investiu R$ 58,6 milhões (R$ 58.695.796,19) para concluir o Lote 3.1 da Linha Verde Norte. A conclusão só foi possível após a rescisão contratual com a empresa originalmente contratada para fazer os serviços. Em razão de vários atrasos e inconformidades na execução das obras, a Prefeitura conseguiu rescindir o contrato.

Uma nova licitação foi feita para contratar a empresa que seguiria com os trabalhos. Em setembro de 2020 as obras do Lote 3.1 foram retomadas e concluídas em menos de um ano.

Foram executadas obras de drenagem, galeria celular, terraplenagem, pavimentação em concreto na canaleta exclusiva e em asfalto nas demais vias, calçadas, paisagismo, plantio de árvores, obras de acessibilidade, implantação das duas estações-tubo (Vila Olímpica e Fagundes Varela), passarela metálica, iluminação pública, sinalização horizontal e vertical, e contenções.

Lote 3.2

A liberação do transporte coletivo na região só foi possível com a conclusão também de uma parte do Lote 3.2. Este trecho envolve a obra da trincheira da Rua Fulvio Alice, que forma o binário com a Gustavo Rattman/José Zgoda na ligação ao Bairro Alto por baixo da Linha Verde.

A parte superior da trincheira, com as pistas de rolamento dos veículos e a canaleta para o transporte coletivo, está praticamente concluída. As obras seguem acontecendo em cerca de 200 metros da pista marginal no sentido Norte e devem ser finalizadas em dez dias.  

+ Fique esperto: Urbs reforça linhas de ônibus para atender vestibulandos da UFPR neste domingo

Na parte de baixo da trincheira e nas alças de acesso para a Linha Verde os trabalhos também seguem em andamento. A previsão para conclusão total deste trecho é até o fim deste ano. No local já foram executados serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização e paisagismo das vias locais esquerda e direita, marginais esquerda e direita e a canaleta exclusiva em concreto.

A Prefeitura segue fazendo as obras na Linha Verde Norte até o Atuba. Os trechos em obras são o Lote 3.2 (Trincheira da Rua Fulvio Alice) e o Lote 4.1, que compreende o trecho entre a Estação Solar e Estação Atuba, numa extensão aproximada de 2,84 quilômetros.