Um evento esportivo para cães foi interrompido pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) na manhã deste domingo (21), no bairro Atuba, em Curitiba, após denúncia de aglomeração. O evento seria uma espécie de olimpíada, mas pelo decreto da bandeira vermelha na capital, está proibido aglomerar para evitar o contágio pelo coronavírus (covid-19) e diminuir a pressão no sistema de saúde da cidade. Havia cerca de 20 competidores no local e cachorros da raça pitbull.

LEIA AINDA – TCE-PR vai recorrer da decisão que autoriza que ônibus sigam circulando em Curitiba

A ação foi comandada pelo delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). De acordo com as primeiras informações, os cães não apresentavam sinais de maus-tratos. E evento só foi interrompido por causa do atual decreto da pandemia, que está em vigor desde a meia-noite do dia 13 de março e que foi prorrogado pela prefeitura de Curitiba até o próximo domingo (28).

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Matheus Laiola (@delegado.matheuslaiola)

Quase R$ 150 mil em multas

Além de interromper a olimpíada, uma multa de R$ 50 mil foi aplicada para os organizadores. Segundo a polícia, cada participante também foi autuado em R$ 5 mil, totalizando quase R$ 150 mil em multas no mesmo evento. No local estavam competidores de Curitiba, Blumenau e São Paulo.

“Pouco mais de 20 pessoas estavam no local. As pessoas foram autuadas por violar as medidas de prevenção contra o coronavírus. Não apreendemos os animais, felizmente não havia situação de maus-tratos. Eram pessoas de São Paulo, Santa Catarina e do Paraná que se aglomeraram. Não poderiam ter feito isso”, disse Laiola.

VIU ESSA? Sementes misteriosas vindas da China oferecem risco ambiental, confirmam análises

Os organizadores do evento informaram que não sabiam que a região estava sob o decreto da pandemia de Curitiba, e sim, achavam que era válido o do município de Colombo, na região metropolitana. Mesmo autuados, eles se desculparam e informaram que seguem as leis e respeitam e ajudam a proteger os animais.

olimpiada caes curitiba
Cachorro sendo submetido a uma das provas do evento. Foto: Divulgação