Depois da semana passada, quando cerca de 20 biarticulados ficaram travados na Avenida Sete de Setembro por causa do rompimento de um cabo de telefonia, na manhã desta terça-feira (11) o problema se repetiu. Dessa vez, foi na Avenida Paraná, próximo à esquina com a Rua Antônio Lago, no Boa Vista.

Fios enroscaram na abertura para ventilação de um dos ônibus. Foto: Colaboração/Rede News.

 

Os cabos se romperam com a passagem de um caminhão-baú e depois pela passagem dos ônibus biarticulados. Embora tenha sido de menor proporção, o problema causou fluxo intenso no trânsito por causa dos ônibus que ficaram travados novamente. O rompimento aconteceu ao lado do hipermercado Big, que na semana passada foi alvo da ação de uma gangue especializada em roubar celulares. Um morreu.

Uma fiação mais baixa que o padrão fez com que três ônibus na linha Santa Cândida Capão Raso ficassem parados por um tempo, sem passar pelo local. Um ônibus teve a abertura para ventilação arrancada pelos cabos, que ficaram arrebentados na via.

Os cabos rompidos eram, mais uma vez, os de empresas de telefonia. Segundo a Companhia Paranaense de Energia (Copel), o fornecimento de energia foi interrompido por cerca de duas horas para possibilitar o trabalho no local. Pelo menos 28 unidades consumidoras foram afetadas enquanto o reparo era feito.

A canaleta exclusiva dos ônibus ficou travada por, aproximadamente, 45 minutos. Equipes da Urbanização de Curitiba (Urbs), responsável pelo gerenciamento do transporte público de Curitiba, foram ao local verificar o problema.

A Copel informou que vai notificar as empresas envolvidas para apurar circunstâncias do acidente. Por causa do rompimento, a rede elétrica pode ter sido afetada e vai ser necessária uma vistoria para apurar possíveis danos estruturais ou em equipamentos.

Cabos ficaram arrebentados na via após o acidente. Foto: Colaboração/Rede News.
Cabos ficaram arrebentados na via após o acidente. Foto: Colaboração/Rede News.