Duas pessoas foram presas em Curitiba nesta quarta-feira (2), no Ganchinho, pelo crime de receptação. Os suspeitos eram investigados na Operação Retináculo, após materiais da prefeitura de Curitiba terem sido furtados no bairro. Foram vistoriados três estabelecimentos comerciais de compra e venda de materiais recicláveis (sucatas e ferros-velhos).

Segundo a prefeitura, a operação foi comandada pela Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito, com a Guarda Municipal e Departamento de Inteligência, e que também envolveu as secretarias municipais do Urbanismo e da Educação, a Vigilância Sanitária e representantes da Administração Regional do Bairro Novo.

+ Leia mais: Água suja de estação de tratamento da Sanepar pode deixar bairros de Curitiba e região desabastecidos

A Operação Retináculo foi iniciada após casos de furtos de materiais da prefeitura como grades, fiação elétrica, cabos de comunicação, tampas, floreiras e materiais do mobiliário urbano.

Em um dos locais vistoriados, as equipes encontraram mesas e cadeiras com placas de patrimônio da Prefeitura de Curitiba e uma placa de trânsito.

Foto: Divulgação

Duas pessoas responsáveis pelo comércio foram encaminhadas para o 10.º Distrito Policial e vão responder pelo crime de receptação. A operação também envolveu guardas municipais do Núcleo Regional do Bairro Novo do GOE (Grupo de Operações Especiais) e do GOC (Grupo de Operações com Cães).

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?