O leilão de 64 veículos em condições de circulação está aberto para lances na nova edição do leilão on-line promovido pela Superintendência de Trânsito (Setran) de Curitiba. Até a terça-feira (1.º), carros e motos recebem lances iniciais que variam de R$ 500 a R$ 1.000.

Entre os destaques está um Fiat Stilo em condições de uso por lances a partir de R$ 4,8 mil. Além deste carro, para se ter uma ideia das barganhas possíveis, na manhã desta segunda-feira (31), segundo a Setran, um GM Blazer Advantage ano 2010 estava no valor de R$ 10,2 mil, após 35 lances. O valor inicial do carro era de R$ 1 mil.

O resultado do leilão sai na quarta-feira (2), a partir das 9h, e será considerado vencedor quem oferecer o maior valor. Os veículos podem ser visitados no pátio da Setran, na Rua Alberto Klemtz, 310, até as 16h desta segunda-feira. Na terça, o horário vai das 9h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h. 

+Leia mais! Quem pode tomar vacina nesta semana em Curitiba? Veja o cronograma!

Como informa a Setran, é obrigatório o uso de máscara de proteção que cubra corretamente nariz e boca. Funcionários ajudam a controlar o acesso e o distanciamento entre as pessoas no local, com o cumprimento de todas as medidas sanitárias de acordo com a legislação municipal vigente.

GM Blazer Advantage ano 2010 estava no valor de R$ 10,2 mil, após 35 lances, na manhã desta segunda-feira. Foto: Reprodução.

Pelo site do leiloeiro podem participar pessoas jurídicas e físicas maiores de 18 anos, com apresentação dos documentos listados e cumprimento das demais regras do edital.

Também até terça-feira estão abertos os lances para os modelos de sucata e com motor inservível, disponíveis somente para empresas. Confira os editais aqui. 

Como participar?

É necessário preencher um cadastro no site do leiloeiro e apresentar a documentação necessária, discriminada na página online. Os lances são feitos na modalidade eletrônica, a partir do preço mínimo estabelecido para cada modelo. Considera-se vencedor quem oferecer o maior valor.

O leilão é a última etapa do serviço de remoção de veículos que foram apreendidos ou removidos em fiscalizações de trânsito pela cidade. Caso o veículo removido da via pública por apresentar irregularidades não seja retirado do pátio da Setran pelo proprietário no período de 60 dias, pode ir a leilão. O prazo é definido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Pós-leilão

Em até dez dias úteis após o certame, o leiloeiro faz as notificações que originarão as baixas ou desvinculos de débitos de veículos, inclusive por medidas judiciais e administrativas.

Ao arrematante caberá o direito de petição junto aos mesmos órgãos para informar sobre a arrematação, assim como deve fazer o acompanhamento das baixas/desvinculo dos veículos junto ao Detran e à Secretaria de Fazenda de origem para a transferência. Após a desvinculação dos débitos, o arrematante tem o prazo de 30 dias para realizar a transferência, conforme artigo 33 do CTB.

O bem poderá ser entregue ao arrematante ciente este que, enquanto não for efetuada a desvinculação das pendências e a transferência de propriedade, fica vedada a circulação do veículo, sob pena de ser apreendido e o arrematante arcar com as penalidades previstas.

Embora os veículos sejam entregues livres de ônus e débitos, observados os prazos para desvinculação, cabe ao arrematante arcar com a integralidade dos valores do IPVA, DPVAT e licenciamento do ano corrente.