Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue (14), o grupo de palhaços voluntários Especialistas da Alegria está realizando uma campanha muito bacana para dar aquele incentivo. Vale reforçar que qualquer pessoa pode ajudar a salvar vidas com uma pequena ação.

O grupo da alegria é formado por 26 palhaços que deram o exemplo e fizeram a doação no Banco de Sangue do Hospital Erasto Gaertner e fizeram sua doação. Com alto astral, fizeram vídeos para atrair o público e reforçaram que doar sangue não faz mal, não dói ou causa efeito colateral. Pelo contrário, uma doação pode salvar até quatro vidas e os benefícios são ainda maiores.

+Leia mais! Sumiço de Guilherme Caramês completa 30 anos sem respostas. “Continuo esperando ele chegar”

Simone Canestrano Senco, de 47 anos, ou melhor, a palhaça Dory, fez a doação pela primeira vez e percebeu que a simplicidade no ato virou motivo de orgulho. “Confesso que estava com medo da agulha e da dor, mas a ação supera o medo. Não senti nada, é muito tranquilo. São nos pequenos gestos que a gente transforma a vida da gente e dos outros. Farei novamente daqui três meses a doação”, confessou Dory.

A supervisora do Banco de Sangue do Hospital Erasto Gaertner, Carmem Cristina Queiroz, reforçou que além de colaborar, o doador recebe um relatório completo de exames coletados pelo sangue. “Doar sangue além de ajudar o próximo pode ajudar a quem doa. Estudos mostram que quando a pessoa doa sangue reduz os riscos de doenças cardiovasculares e pode prevenir alguns tipos de câncer. Além disso, recebe um relatório completo pelos exames realizados durante a doação”, disse Carmem.

Por causa das medidas de segurança contra a Covid-19, os palhaços voluntários reduziram suas participações em hospitais e ambientes fechados. Desde o ano passado, a trupe tem atuado de forma virtual com bate-papo on-line, lives para escolas estaduais e gravações de vídeos para pacientes e profissionais de saúde.

+Viu essa? “Rei das trollagens” cai em pegadinha, vira o “corno de Curitiba” e promete vingança

Onde doar:

Banco de sangue localizado no Hospital Erastinho

Todas as doações de sangue deverão ser agendadas com o banco de sangue da instituição pelo telefone: (41) 3165-4509.

Horário de funcionamento:

– Doação de sangue: segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Aos sábados, das 8h às 12h.

– Doações autólogas: segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

– Coleta de nova amostra, coleta de amostra de sangue para cirurgia: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Para doadores de sangue o estacionamento é gratuito.

Para doar sangue neste serviço é necessário:

– Estar em boas condições de saúde;

 – Apresentar documento de identidade original com foto;

  – Ter entre 16 (com autorização e acompanhamento do responsável – pai e mãe) e 69 anos;

   – Ter peso mínimo de 50 kg;

    – Não estar com alergia ou febre;

    – Não estar grávida ou amamentando;

    – Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12h;

    – Não ter ingerido alimentos gordurosos no dia da doação