Depois de um embate público sobre a quantidade de vacinas contra a Covid-19 entregues até agora para Curitiba, o governo do Paraná e a prefeitura da capital trabalharam juntos para ampliar a campanha de imunização nesta sexta-feira (24). Desde terça-feira (22), Curitiba estava sem doses suficientes para abrir a vacinação para a população com 49 anos de idade – a última chamada, das pessoas com 50 anos, havia sido feita na segunda-feira (21). Nesta quinta-feira (24), contudo, ao receber mais doses do Ministério da Saúde, o governo estadual conseguiu repassar uma parcela de imunizantes à prefeitura em menos de cinco horas, o que permitiu que a capital anunciasse a vacinação das pessoas com 49 anos de idade já nesta sexta-feira (25), a partir das 8 horas.

VIU ESSA? Cidadão indignado provoca Greca e prefeitura de Curitiba ao reclamar de buraco

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), costuma levar mais tempo o procedimento entre a chegada dos aviões com as doses no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, e a entrega efetiva das doses nas mãos da prefeitura. “Como as doses chegam e ficam armazenadas aqui no Centro de Medicamentos do Paraná [em Curitiba] até a sua distribuição, conseguimos disponibilizar esses imunizantes em um tempo menor para Curitiba, principalmente neste momento em que a vacinação está parada na cidade”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Apesar da espécie de força-tarefa montada nesta quinta-feira (24), a prefeitura avisa que precisa receber mais doses para dar continuidade à campanha. No sábado (26), a prefeitura já está chamando as pessoas com 48 anos de idade, mas, ainda não informou quando vai convocar a próxima faixa etária, de 47 anos. “Nestas duas idades (49 anos e 48 anos) está prevista a imunização de 30 mil pessoas. A ampliação para outras idades dependerá da quantidade de doses recebidas pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba”, informou a prefeitura.

LEIA AINDA – Ex-marido e suspeito de matar em Ana Paula prestam depoimento à polícia e negam o caso

O governo estadual confirmou ter entregue 47.205 vacinas para Curitiba nesta quinta-feira (24). Até noite de quinta-feira, a reportagem não conseguiu esclarecer junto à prefeitura se a quantidade atende à expectativa do município.

Segundo a Sesa, foram 18.720 doses da Pfizer/BioNTech para a população em geral, 12.805 doses da Janssen, destinadas a trabalhadores do transporte (7.130) e pessoas em situação de rua, e 15.680 vacinas da CoronaVac, para trabalhadores da assistência social, educação básica, ensino superior, gestantes e puérperas. Ainda segundo a Sesa, todas as doses devem ser utilizadas como primeira aplicação. “A segunda dose será enviada posteriormente para garantia do prazo estipulado pelo Ministério da Saúde”, informou a pasta estadual.