Bolhas de todos os tamanhos e milhares de sorrisos alegraram o Largo da Ordem, no bairro São Francisco, em Curitiba. A Parada Global de Bolhas de Sabão aconteceu na tarde deste domingo (28) e, mesmo com o frio curitibano, reuniu centenas de adultos e crianças.

O pequeno Vitor Soaki, de dois anos, estava entre eles. Fã dessa brincadeira, ele fazia força para puxar o ar e ver a magia acontecer. Depois, era só alegria com os olhinhos e mãozinhas prontos para o estouro. “Eu sou professora e sempre brinco com ele, então, quando fiquei sabendo do evento, não pensei duas vezes”, contou a mamãe Luiza Soaki.

Rafaela Ronkoski também convidou a família inteira para o encontro. “Achei a ideia muito legal, então vim com meu marido, os dois filhos e ainda convidei mais gente. Agora, vamos fazer bolhas!”, disse. “Esse evento é fantástico e até me fez lembrar da antiga canção do Trio Esperança”, completou Luiz Alberto Antunes, 53, enquanto cantava “sentado na calçada de canudo e canequinha dumplec duplim…”

O encontro especial começou na Rua Quari, localizada no bairro São Francisco, e seguiu com uma caminhada até o Largo da Ordem. Ali, a diversão tomou conta de todos e bolhas imensas preparadas pelos filhos de Nelson Nogaroto fizeram a criançada vibrar. “Nós sempre brincamos e temos vários acessórios para produzir bolhas gigantes. Então, trouxemos tudo pra cá”, comentou, enquanto assistia os filhos de 17 e 13 anos.

Além deles, a pedagoga Maria Silvia e toda a equipe da Escolinha Gymboree também chamaram a atenção no meio da brincadeira. Com uma palhaça divertida e bolhas de sabão preparadas com açúcar, elas coloriam o ambiente e divulgavam uma ideia diferente. “Essas bolinhas que nós trouxemos são ótimas para brincar com bebês por serem atóxicas e estimularem a coordenação motora”, explicou.

Evento mundial

A parada é um evento internacional e, além de acontecer em Curitiba, promoveu a felicidade em outras 100 cidades do mundo como Amsterdã, Cidade do Cabo, Nova Déli, Hong Kong e Berlim. Na capital paranaense, ela foi promovida pela organização sem fins lucrativos Bem Pelo Bem e surpreendeu quem participou.