Uma empresa de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, está comercializando um produto que elimina 99,99% a covid-19 de ambientes, de acordo com estudos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O Esterilizador de Ar Esterilix, é fabricado pela Mondo Bello e vem ganhando espaço em escritórios e residências pelo Brasil.

Em março de 2020, quando surgiram os primeiros casos da covid-19 no Paraná, a empresa desenvolvia um equipamento usando lâmpadas ultravioletas para sistema de esterilização. Com o avanço da doença e resultados apontando que o vírus estava sendo transmitido também pelo ar, os engenheiros da Mondo Bello, resolveram aperfeiçoar o estudo das lâmpadas para esterilizar os ambientes.

LEIA TAMBÉM – Curitiba tem nova queda de casos ativos e UTIs seguem com 95% da lotação

sterilizador de Ar Esterilix, fabricado pela Mondo Bello. Foto: divulgação.

A partir daí, foi criado um dispositivo para que fizesse a captura do ar e o deixasse limpo, eliminando a possibilidade de contaminação pelo novo vírus ou outro tipo de material que colocaria em risco a saúde. Engenheiro elétrico e sócio da empresa, Adriano Schaitza, explica que o funcionamento do aparelho consiste em colocar o vírus diante de uma luz ultravioleta (UVc), uma espécie de “banho de sol”. “Bolamos um dispositivo que fizesse esta captura do ar utilizando um filtro e a lâmpada ultravioleta com uma iluminação de alta potência. Ainda escolhemos uma lâmpada que gera uma quantidade residual de ozônio. Suga-se o ar pelo filtro e depois eu faço a irradiação de qualquer coisa que tenha passado pelo filtro. Quando eu ligo e desligo o equipamento, o ozônio é gerado na região. Ele vai entrar no filtro e matar tudo que ficou ali”, disse Adriano.

Teste com o coronavírus

Em novembro de 2020, o Esterilix passou pela avaliação da Unicamp. De acordo com o laudo obtido pela reportagem da Tribuna do Paraná, amostras filtradas foram obtidas em diferentes tempos: Imediato, 1 minuto, 5 minutos, 15 minutos e 30 minutos. As placas foram recolhidas, lacradas e congeladas a -80° C até o momento do uso. O resultado apresentou que o equipamento foi eficaz na destruição de partículas virais do coronavírus em 99,99%. “O laudo da Unicamp foi a constatação da eficácia do projeto e do produto. Foi a confirmação de um trabalho do desenvolvimento de uma solução para salvar vidas. Deu credibilidade ao nosso produto e ao nosso trabalho de criação de soluções tecnológicas para melhorar a vida das pessoas”, valorizou Adriano.

A instalação dos dois modelos é simples, só é preciso ter energia no local (127 e 220 V). “Temos a opção de se fazer uma instalação veicular e já estamos conversando com empesas de transporte de saúde para instalar nas ambulâncias. Acreditamos que ajudaria muito a evitar uma contaminação aos profissionais de saúde e aos pacientes”, reforçou o engenheiro.

Ambientes domésticos e de grande circulação

Por estar ligado à energia, o equipamento pode fazer parte da decoração de ambientes domésticos ou mesmo de trabalho como em consultórios, escritórios e elevadores. Aliás, uma das principais preocupações dos engenheiros foi a adaptação para um lugar considerado transmissor de doenças ou mesmo um ponto pouco higienizado.

“O nosso dispositivo foi criado para um ambiente como o elevador, que é extremamente sujo. Um elevador com dez pessoas em 30 segundos, o ar já seria trocado com o nosso aparelho. É o tempo de sair do térreo para chegar no 15° andar. Pode ser usado em ambientes de grande circulação como restaurantes, bares e salas de espera”, completou o engenheiro da empresa paranaense.  

Serviço

Empresa Mondo Bello
Telefone: (41) 3619-1010.