Mais de 220 mil veículos devem circular nas rodovias que dão acesso ao Litoral do Paraná a partir desta sexta-feira (3) e outros 430 mil veículos devem transitar pelas estradas que ligam Curitiba ao Interior do estado. As informações são das concessionárias de pedágio Ecovia Caminho do Mar e CCR RodoNorte. Segundo a Ecovia, por causa do feriadão de Sete de Setembro e da Padroeira de Curitiba, ambos os sentidos da BR-277 devem apresentar movimento até a próxima quarta-feira (8). A mesma previsão vale para a RodoNorte. Na travessia da Baia de Guaratuba, o movimento ainda era tranquilo na manhã desta sexta-feira. O tráfego pela BR-277 também.

LEIA TAMBÉM:

> Racha entre carrões Jaguar e Mercedes acaba com a chegada da GM em Curitiba

> Vai viajar ou curtir o feriadão em Curitiba? Veja como fica o tempo nos próximos dias

> Morre em Curitiba vítima da covid-19, empresário dono do bar Tork n’Roll

De acordo com a Ecovia, a previsão de mais movimento é para o sábado (4), quando são esperados mais de 43 mil veículos trafegando pela rodovia em direção ao Litoral. Na sexta, mais de 24 mil veículos são esperados na descida da Serra do Mar. “Nossas previsões indicam fluxo intenso entre esta sexta e sábado em direção ao litoral e entre terça-feira, final da tarde do dia 7, e quarta-feira pela manhã, no retorno para Curitiba. Por isso recomendamos que os motoristas programem suas viagens evitando os horários de pico”, informa o gerente de Atendimento ao Usuário, Vanderlei Simão. 

Ainda conforme a concessionária, o retorno do Litoral deve começar a partir de terça-feira (7), quando está prevista a circulação de 33 mil veículos na BR-277, com maior concentração no período entre 18h e 19. Já o maior movimento de retorno deve ocorrer na quarta-feira pela manhã, quando são esperados 40 mil veículos circulando nas PRs 407 e 508 e na BR-277.

Apesar da previsão de grande movimento devido ao feriado prolongado, a Ecovia recomenda que as viagens sejam feitas apenas se necessárias. A concessionária lembra que a pandemia ainda restringe a circulação normal de pessoas e também as aglomerações.

Para ajudar no apoio de quem realmente precisar se deslocar durante o feriado, a Ecovia disponibilizará 14 viaturas operacionais que são desde guinchos leves e pesados até ambulâncias extras. Também trabalharão vários funcionários na operação durante todo o expediente do feriado que trabalharão todos com máscaras e evitando aglomerações.

Já a Arteris Litoral Sul, que administra o trecho da BR-376, espera um movimento 60% maior do que o normal neste feriado. Por isso, ​​a concessionária acionou todo o seu efetivo para garantir a fluidez do tráfego em suas rodovias. Ao todo, são cerca de 600 profissionais mobilizados para operação – com monitoramento, inspeção de tráfego, resgate veicular e atendimento pré-hospitalar.

Interior

A partir desta sexta-feira, a concessionária CCR RodoNorte inicia sua operação especial de tráfego para o feriado nos 487 quilômetros sob concessão da companhia no Paraná, que são as BRs 277 e 376 (entre Curitiba e Apucarana) e a PR 151 (entre Ponta Grossa e Apucarana).

O volume de tráfego, que em média será 32% acima do registrado em dias normais, pode chegar aos 150% acima do normal nos dias e horários de maior movimento, especialmente no segmento da BR-277 entre Curitiba e São Luiz do Purunã – principal ligação entre Capital e Interior do Paraná. Durante o período da operação especial de feriado, inclusive, o setor de planejamento de tráfego da CCR RodoNorte estima que 250 mil veículos circulem por este trecho da rodovia.

“Com o avanço da vacinação e um controle maior da pandemia, a gente já está registrando um aumento gradual no tráfego, especialmente nos veículos de passeio. Por isso, a nossa expectativa é que neste feriado tenhamos um movimento semelhante ao fluxo do período pré-pandemia”, explica Mauro Bertelli, gerente de atendimento da CCR RodoNorte.

Com relação aos dias de maior movimento, a projeção da CCR RodoNorte também estima que o sábado seja o dia com maior fluxo de veículos: 85,8 mil na soma das três principais rodovias – 72% acima do registrado em dias normais. Além dos 250 mil veículos que devem circular pela BR 277 durante o feriado, outros 95 mil devem trafegar pela PR 151, entre Ponta Grossa e Jaguariaíva (região de Carambeí), e pouco mais de 80 mil veículos pela BR 376, a Rodovia do Café, entre Ponta Grossa e Apucarana – na região de Tibagi.

Na saída e chegada de Curitiba em direção ao Interior, a CCR RodoNorte projeta que tráfego deve se intensificar a partir das 13h desta sexta, seguindo mais alto até às 20h. No sábado, por sua vez, a concentração de fluxo na saída para o feriado será entre 6h e 15h. Já para o retorno, os horários de pico em São Luiz do Purunã devem ser registrados entre 13h e 20h de terça e 10h e 16h da quarta-feira.

Assim como na concessão para o Litoral, A Arteris Régis Bittencourt, concessionária que administra a BR-116 entre São Paulo e Curitiba, vai dispor todo o seu efetivo para garantir a fluidez do tráfego na rodovia, que levam aos principais destinos entre a capital paulista e o Paraná, durante o feriado da Independência do Brasil.

Ao todo, serão mais de 203 câmeras monitorando de tráfego e 11 bases de apoio. Os usuários ainda terão à disposição 19 guinchos leves e pesados para remoção e desobstrução de via, central de atendimento 24 horas, mais de 14 ambulâncias com médicos e paramédicos para atendimentos de urgência.

Veja como está o trânsito agora nas estradas que cortam Curitiba

Acompanhe pelo Twitter

Web Stories

Gigante!!

Nova Havan será quatro vezes maior que a loja que será abandonada em Curitiba

Você sabia?

Cinco curiosidades sobre Curitiba que nem o curitibano raiz vai saber dizer!

Malhação Sonhos

Nat impede que Duca enfrente Lobão

Lindas!

Cinco árvores exóticas e raras de Curitiba