As celebrações religiosas da Semana Santa e da Páscoa em Curitiba serão adaptadas para evitar a transmissão do novo coronavírus entre os fiéis. Entre as novidades, está a adoção do sistema drive thru, que permitirá que as pessoas possam receber a hóstia sagrada no Domingo de Páscoa (12), sem saírem de seus carros. Esta e outras medidas preventivas foram anunciadas nesta sexta-feira (3) pelo prefeito Rafael Greca (DEM), em transmissão pelo Facebook que contou com a participação do Padre Mauricio Gomes dos Anjos – que representou o arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo – e da diretora do Centro de Saúde Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde e responsável pela Vigilância Sanitária, Rosana Rolim Zappe.

LEIA MAIS – Associação Comercial recua na reabertura de lojas em Curitiba na pandemia

“A pedido da Vigilância Sanitária, o arcebispo Dom José Peruzzo vai suprimir as procissões, as Vias-Sacras, a pungente cerimônia do Lava-Pés e o beijo da Santa Cruz. Vamos fazer uma Páscoa inteligente, diferente e certamente agradável ao coração de Jesus. Uma Páscoa para ser uma passagem do tempo de doença para a plenitude da vida, uma Páscoa do tempo de cura”, afirmou Greca.

#PáscoaEmCuritiba Reunido com o representante do Arcebispo Dom José Peruzzo, padre Maurício Gomes dos Anjos, reitor do…

Posted by Rafael Greca de Macedo on Friday, April 3, 2020

Para os fiéis das igrejas católicas, as celebrações serão feitas pelas 140 igrejas matrizes da cidade. Na Sexta-Feira Santa (10), a Santa Cruz será colocada em frente às igrejas e os padres darão a bênção aos fiéis dentro dos seus veículos, obedecendo uma fila e repetindo o modelo adotado recentemente em Curitiba, durante a vacinação dos idosos contra a gripe.

De acordo com Greca, no Domingo de Páscoa as igrejas vão oferecer a comunhão, entre 9h e 12h, para famílias de até quatro pessoas por carro. Ainda no domingo, ao meio-dia, os sinos das paróquias irão soar por quinze minutos em referência à ressurreição de Jesus Cristo.  

LEIA AINDA – Escolas não devem reduzir mensalidades pela quarentena do coronavírus; entenda!

A benção dos alimentos, tradicional festividade para poloneses e ucranianos durante a Páscoa, também poderá ser feita na modalidade drive thru, nas igrejas destas comunidades, garantiu Greca.

Proteção

Os padres que vão participar das celebrações irão usar máscaras-escudo sobre o rosto, terão álcool em gel para passar nas mãos e não deverão irão tocar nas pessoas ao entregar a hóstia. Aos fiéis será oferecido o álcool gel antes da recepção da hóstia. As medidas devem evitar aglomerações dentro das igrejas e a aproximação física dos fiéis. De acordo com o prefeito, as igrejas evangélicas que desejarem, podem seguir a mesma liturgia.

“É um momento de oração e de muito sacrifício. É forma que nós encontramos para que a Páscoa não passe em branco, porque precisamos da divina proteção, mas também não pode ser uma ocasião de infração das normas sanitárias impostas por este momento”, concluiu Greca.