Pessoas com deficiência permanente, mas sem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), serão vacinadas em Curitiba a partir desta segunda-feira (24). O novo grupo prioritário será imunizado por idade, do mais velho para o mais novo, iniciando por 59 a 55 anos, avançando gradativamente conforme as doses de vacinas forem sendo enviadas à cidade, como explica a Secretaria Municipal da Saúde (SMS). De acordo com a pasta, a estimativa é vacinar cerca de 31 mil pessoas deste grupo.

LEIA MAIS

> Ministério da Saúde inclui mais doenças na lista de comorbidades para vacinação

> Mais de 35 mil declarações de comorbidades já foram emitidas pelo CRM-PR

> Variante indiana da covid-19 coloca o Paraná em alerta: “vigilante”, diz Ratinho Jr.

Já as pessoas com deficiência que contam com o Benefício de Prestação Continuada foram vacinadas ainda na primeira etapa do grupo de comorbidades. As demais, que não atendiam ao critério socioeconômico estabelecido pelo Ministério da Saúde, seriam imunizadas na sequência do grupo de comorbidades, mas agora serão atendidas antecipadamente, diz a SMS.  

“Sem prejuízo aos demais grupos que estão sendo vacinados, Curitiba atenderá simultaneamente também essa população, pois entendemos que as pessoas com deficiência permanente dependem muito do contato físico, assim estão muito expostas à contaminação”, explica Márcia Huçulak, secretária municipal da Saúde de Curitiba.

Critérios para vacinação

Além de seguir a faixa etária anunciada pela Prefeitura de Curitiba, para receber a primeira dose do imunizante nos pontos de vacinação da cidade, a pessoa com deficiência precisará apresentar qualquer um dos documentos abaixo, além de um comprovante de residência de Curitiba.

1- Cartão-transporte da Urbs de isento para Pessoa Com Deficiência Permanente (identificado com a letra I no canto superior).

2 – Identidade emitida a partir de 2019 com a indicação “Pessoa com Deficiência”.

3 – Declaração médica disponibilizada no portal do CRM-PR, emitida pelo médico que o/a acompanha, com a indicação da deficiência permanente.  

4 – Pessoa com deficiência permanente acompanhada pelas Unidades de Saúde de Curitiba receberão uma mensagem pelo aplicativo do Saúde Já avisando que poderão ser vacinadas. Neste caso, é só conferir o cronograma da idade e comparecer a um dos locais de vacinação com o documento de identificação e comprovante de endereço de Curitiba.

4 – Pessoa com deficiência acamada: um familiar ou responsável deverá fazer contato com a unidade de saúde de referência para solicitar a vacinação em casa.

A Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba orienta que em qualquer um dos casos é necessário apresentar o comprovante de residência com endereço de Curitiba.

Pontos fixos de vacinação contra covid-19

Das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua  Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

4 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

5 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

7 – US Fernando de Noronha
Rua João Mequetti, 389 – Santa Cândida

8 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

9 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

10 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

11 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

12 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

13 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira

14 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

15  – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

16 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

17 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

18 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700