Uma vaquinha on-line organizada por familiares e amigos do soldado da Polícia Militar (PM) Luiz César Kaseker, 39 anos, que foi atropelado em frente à uma farmácia, na noite de quinta-feira (6), em São José dos Pinhais, pretende juntar recursos para ajudar no tratamento médico do PM. O acidente ocorreu no cruzamento da Rua Almerinda de Oliveira Alves com a Rua Deputado Ernesto Moro Redeschi, no bairro Riacho Doce, por volta das 20h15. Segundo a PM, o soldado foi levado ao hospital e teve que amputar partes das duas pernas, após ter ficado esmagado entre a parede da farmácia e o veículo que o atropelou. Há suspeita de que o motorista do veículo, de 65 anos, estivesse sob efeito de álcool. O motorista também foi encaminhado ao hospital.

Imagens do acidente retiradas de uma câmera de segurança da farmácia mostram o exato momento em que o veículo, um Fiat Uno, invade a calçada onde o soldado Kaseker estava. Segundo testemunhas ouvidas pelo jornal Meio Dia Paraná, da RPC, o carro estaria em alta velocidade e, por isso, não teria conseguido fazer a curva acentuada do cruzamento. Moradores e comerciantes da região também contaram que o cruzamento é perigoso e a curva já foi motivo de pedidos da população para instalação de lombada ou semáforo.

No boletim de ocorrência, a PM relata suspeita de embriaguez ou consumo de substância psicoativa pelo motorista, por causa da fala arrastada ao responder aos questionamentos da PM. O teste do bafômetro, de acordo com a PM, deu o resultado de 0,99 miligrama de álcool por litro de ar expelido.

O caso será investigado pela Polícia Civil de São José dos Pinhais. O motorista foi preso em flagrante e delito e está sob escolta policial no hospital. Ele foi autuado por embriaguez ao volante e lesão corporal grave.

Para colaborar com a vaquinha da família, os dados são da conta bancária da esposa do soldado Kaseker, Vanessa Teter Pancieri da Silva.

Conta bancária:

Caixa econômica

Ag: 0406

Operação: 001

Conta corrente: 333390

Pix: CPF: 03395326969