Um policial militar de folga salvou a vida de um taxista de um carro em chamas na madrugada de sábado (23) em Antonina, litoral do Paraná. O ato de bravura acabou sendo um presente de aniversário inesperado para o soldado Luis Fernando Chiarelli, que completou 26 anos de idade na última segunda-feira (25).

+Viu essa? Guardas salvam passarinhos presos em garrafas dentro de mochila

“Esse ano parece que estou até recebendo mais mensagens de aniversário por causa da repercussão desse salvamento. Está sendo um aniversário diferente, não sei nem se vou conseguir responder a tantas mensagens”, agradece o policial.

Chiarelli saía de casa de carona com o cunhado por volta das 2h da madrugada quando viu um carro estacionando de forma estranha na rua. Ao olhar com mais atenção, percebeu que saía fumaça do motor do veículo, um Fiat Siena. “Pedi para meu cunhado parar. Fui até o carro e vi que o motorista estava lá dentro ainda e não conseguia sair”, aponta o PM.

Carro ficou completamente destruído com as chamas. Foto: Colaboração Soldado Luis Fernando Chiarelli
Carro ficou completamente destruído com as chamas. Foto: Colaboração Soldado Luis Fernando Chiarelli

A partir de então, o soldado Chiarelli teve de lutar contra o tempo. “Se eu demorasse mais um pouquinho para agir, o motorista poderia ter morrido. O fogo avançou muito rápido”, explica.

Leia + Vizinho se irrita com barulho de festa e risca carros de convidados

Chiarelli teve menos de um minuto para retirar o motorista do carro. Desesperado, o motorista tentava arrancar com o veículo na expectativa de que o fogo apagasse. Mas isso só piorava a situação. “Percebi que se ele não desligasse o motor, as portas não destravariam. Além disso, ele ainda estava com o cinto de segurança e muito nervoso”, enfatiza.

Leia + Curitiba terá mais um binário a partir desta terça-feira

Mesmo com o motor desligado, não foi fácil abrir a porta. O fogo já havia se espalhado pelo painel, queimando parte da fiação. Com isso, o policial teve de fazer muita força para abrir a porta e retirar o motorista. Além disso, o taxista era pesado, com mais de 100 kg, o que dificultava a retirada. “Em último caso, eu iria quebrar a janela do carro. Mas com muito esforço consegui abrir a porta”, relata.

Assim que o PM retirou o taxista do carro, houve uma segunda explosão e o fogo tomou conta de vez de todo o veículo. “O fogo avançou com muita força. O parabrisa explodiu e o painel do carro derreteu rapidamente. Sorte que o motorista já estava do lado de fora”, recorda Chiarelli.

Encontro

No dia seguinte ao salvamento, o taxista foi à sede da 4ª Companhia do 9.° Batalhão da PM em Antonina agradecer o soldado. “Na hora do incêndio ele estava tão nervoso que nem sabia que eu tinha salvado ele”, conta o policial, que já conhecia o taxista.

Soldado Luis Fernando Chiarelli, que salvou taxista no carro em chamas em Antonina. Foto: Colaboração
Soldado Luis Fernando Chiarelli, que salvou taxista no carro em chamas em Antonina. Foto: Colaboração

“Ele me abraçou e me agradeceu muito. Mas quem agradece sou eu. Essa sensação de ajudar alguém é muito boa”, comenta o soldado, que no ano passado já havia salvo uma família inteira cujo carro capotou na estrada. “Em quatro anos de PM já fiz dois salvamentos, o que não é comum no nosso dia a dia. Os colegas mais velhos até brincam que eles têm anos de corporação e nunca tiveram essa oportunidade”, orgulha-se Chiarelli.

Natal Curitiba 2019 tem diversas atrações de graça hoje. Confira!