A operação verão que começou em 19 de dezembro no Litoral do Paraná já realizou 58 encaminhamentos de pessoas, mais de 590 atendimentos pelo 190 e quase quatro quilos de drogas apreendidas entre os dias 19 e 25 de dezembro. O balanço foi divulgado pela Polícia Militar (PM). Houve ainda dez casos de perturbação de sossego, além de três casos de aglomeração de pessoas. Neste ano, a operação foi batizada de Verão Consciente 2020/2021, por causa da pandemia do coronavírus (covid-19).

+Viu essa? Vizinha impede idosa de cair em golpe no litoral. Polícia orienta: “mantenha a calma”

Segundo a PM, Curitiba também está com o policiamento preventivo ampliado, tanto para inibir crimes quanto para fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias da covid-19, previstas no decreto estadual que, entre outras regras, determina toque de recolher entre 23h e 5h. Na capital, entre os dias 24 e 25 de dezembro, houve 670 chamados para atendimento, o que gerou mais de 200 situações em que houve orientação no local, sem encaminhamento de pessoas, e três Termos Circunstanciados lavrados.

O balanço do Verão Consciente da PM também aponta que houve apenas nove ocorrências de roubos e 38 de furtos nos sete municípios do Litoral paranaense. As equipes policiais fizeram 4.111 abordagens a pessoas, uma média de 685 por dia, para localizar foragidos da justiça, drogas, armas e outros tipos de materiais ilícitos.

+Leia mais! Criança atirada pra fora do carro em acidente na BR-476, na RMC, estava sem a cadeirinha

Ainda de acordo com as informações do Litoral, as equipes da PM os casos de perturbação do sossego ocorreram principalmente em residências. O trabalho resultou em dez atendimentos, sendo que em quatro casos houve encaminhamento para lavratura de Termo Circunstanciado.

Os policiais que atuam nos módulos móveis e viaturas da PM nas praias também realizaram ações preventivas. Além de prestarem orientações à população, eles fizeram a entrega de 944 pulseirinhas de identificação para crianças, uma forma que facilita a localização delas caso se percam dos pais ou responsáveis na areia.

Pandemia

Conforme explica a PM, além da fiscalização das medidas sanitárias da pandemia, o efetivo da PM também estará nas ruas para proporcionar mais segurança. No período noturno, o trabalho da corporação nas ruas conta com o apoio das equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) e da Patrulha do Sossego para dar atendimento aos casos de desobediência ao decreto estadual, de perturbação de sossego e de outras irregularidades no comércio. Isso vale para o Litoral e Curitiba.

Nesta temporada, a atuação do Regimento de Polícia Montada (RPMon) também está nas praias, assim como equipes de trabalho aquático e os cães de faro do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do BPRv. A Ilha do Mel terá fiscalização no trapiche de acesso.

Já o policiamento de bicicleta, com motos, módulos móveis e viaturas estão sendo aplicados estrategicamente no Litoral, com base na análise de estatísticas criminais. Também há a aplicação de embarcações pela Patrulha Costeira do 9.º Batalhão de Polícia Militar nas baías de Paranaguá e Guaratuba, para promover abordagens e prevenção de crimes na costa. No ar, um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) presta suporte às atividades policial e bombeiro militar. A base da aeronave fica ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Matinhos.