A Polícia Civil de Fazenda Rio Grande acredita que o pintor Cassiano Aparecido Reis, 24 anos, foi morto por traficantes, no Jardim Eucalipto. Ele foi encontrado no fim de semana, dentro de um Uno, com um olho e a língua arrancados, e teria sido arrastado pelo carro.

O delegado Rodrigo Silva de Souza disse ontem que Cassiano era usuário de droga. “Ele sofria ameaças. Ouvimos três testemunhas e traçamos linhas de investigação”, informou. Uma das testemunhas é o rapaz que permaneceu com Cassiano até as 3h de sábado. A polícia tem informações importantes do que aconteceu depois, mas prefere não revelar o conteúdo para não prejudicar as investigações. Rodrigo solicitou o laudo que indica se as lesões no olho e na língua foram causadas por animal ou se foi ação humana.