Uma festa com música alta, gole que pisca e escultura gigante de um dragão – içado por um guindaste até a cobertura de um apartamento de de luxo no Batel – foi encerrada pela Polícia Militar (PM). A situação ocorreu na segunda-feira (21) no edifício Maison Paris, localizado na Avenida Visconde de Guarapuava, no bairro Batel, em Curitiba. Um sonho de festa, mas realizada em tempos de pandemia, com decreto, toque de recolher e incansáveis apelos de autoridades sanitárias para que as pessoas evitem aglomerações com mais de 10 pessoas. Como se isso não bastasse, a celebração aconteceu nas proximidades do Hospital Santa Cruz. O responsável pela celebração se desculpou, recebeu orientações das autoridades policiais e foi liberado.

Nas redes sociais, imagens da festa demonstram que a cobertura estava completamente iluminada e dentro do imóvel as pessoas ajudaram a colocar o dragão que veio içado por um guindaste. Segundo a PM, a primeira reclamação ocorreu às 21h por parte dos moradores do condomínio que reclamaram do barulho. Uma equipe foi até o local e comunicou o proprietário que a aglomeração e o som estava incomodando a vizinhança. O pedido foi que diminuísse o som, mas isto não foi cumprido. Uma nova reclamação aconteceu já perto das 23h30, e o retorno ao evento alterou a estratégia policial.

Os agentes encerraram a festa dispersando os convidados e o proprietário pediu desculpas e mostrou arrependimento.

Apartamento de luxo

O apartamento de 1.141m² de área possui 4 dormitórios, 3 suítes, 7 banheiros, 12 vagas na garagem, piscina aquecida, salas, 4 ambientes, lavabo, varandas, copa, despensa, espaço gourmet com churrasqueira. O condomínio custa R$ R$7.000.

Covid matou 16 pessoas em Curitiba no dia da festa

Vale reforçar que o decreto estadual 6555/2020 estabelece a proibição de confraternizações e eventos presenciais que causem aglomerações com grupos de mais de 10 pessoas, excluídas da contagem crianças de até 14 anos. A exceção são ações sem contato físico, incluindo o modelo drive in.

No último boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) , Curitiba apresentou 10.940 casos ativos registrados nesta terça-feira (22), com 821 novos casos. Já em relação ao número de mortes, o índice continua alto. Mais 21 óbitos foram registrados de infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da secretaria totalizando 2.112 mortes na cidade provocadas pela covid-19 neste período de pandemia. No dia da festa, o boletim apontou que 16 pessoas morreram em decorrência da covid-19.