Dois meses depois de assaltar o escritório de uma construtora no bairro Campo Comprido, mesmo flagrados por câmeras de segurança, o mesmo grupo de bandidos voltou para cometer outro roubo. Na segunda vez, não foram bem sucedidos; e dois deles já foram identificados pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Hallan Linconl Rodrigues, 27 anos, foi detido nesta segunda-feira (27).

O primeiro assalto, de acordo com o delegado André Feltes, foi em março deste ano e o segundo ocorreu em junho. “Com as imagens das câmeras de segurança as equipes conseguiram qualificar dois dos quatro suspeitos. Nos dois eventos eles tiveram o mesmo ‘modus operandi'”, explicou o delegado.

Nas duas ações, um dos bandidos aguardavam do lado de fora, conforme André, enquanto os outros três rendiam os funcionários. “Eles pedem especificamente por fios de cobre”, contou o delegado. Outros objetos da construtora, pertences e dois veículos dos funcionários também foram levados, no primeiro assalto.

No segundo, o marginal que aguardava o trio que entrou no escritório avisou por um radiocomunicador que havia algo errado, e o grupo foi embora sem levar tudo o que pretendia.

Hallan foi preso em Araucária. Com ele foram encontrados 380 gramas de crack – parte do entorpecente preparada para venda. O outro rapaz identificado pelos policiais da DFR é Kalahan James Lhano Simões, 22, que está foragido. Segundo o delegado, cada um deles foi reconhecido pelas vítimas em um dos assaltos.

Em entrevista à imprensa, Hallan demonstrou tranquilidade e negou ter participado dos roubos. Ele disse não conhecer Kalahan, mas o delegado relatou que, em maio do ano passado, a dupla foi detida em flagrante após um assalto.

Hallan nega os roubos e diz não conhecer Kalahan. Mas já foi preso com Kalahan. Foto: Átil aAlberti