Com a denúncia de que um carregamento de crack chegaria até Piraquara na noite de ontem (04), agentes da força tarefa da Polícia Federal e Polícia Militar montaram uma barreira para interceptar a droga antes que chegasse aos traficantes da cidade. A informação era de que a carga estaria em um Honda Fit, vindo de Foz do Iguaçu. Por volta das 20h, os policiais abordaram dois casais, um que seguia em um Gol e outro em um Honda, idêntico ao da denúncia.

Eles foram parados na Rua Betonex, Jardim Holandês, mas na revista preliminar nenhuma grama de entorpecente foi encontrada. Os agentes insistiram um pouco mais e chamaram apoio do canil do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Com auxílio de um cão farejador obtiveram êxito e encontraram cerca de 24 quilos de crack no tanque de combustível do Honda.

“Eles vinham da região da fronteira e entregariam a droga para ser distribuída aqui perto da capital. Felizmente mais uma vez a parceria entre PM e PF rendeu no recolhimento de drogas que iriam para as ruas”, declarou o capitão Alexandre Lopes, que participou da ação. Ainda segundo o policial, um dos presos assumiu que receberia R$ 5 mil pela entrega de crack em Piraquara.

As duas mulheres e os dois homens capturados não tiveram as identidades divulgadas pela polícia. Eles ficaram detidos na Superintendência da PF, no Santa Cândida, à disposição das Justiça.